[ x ] Fechar

Secretário-geral da ONU pede a redução do uso de HFCs

  • 22 de setembro de 2016
  • Nenhum Comentário

Secretário-geral da ONU pede a redução do uso de HFCsNo dia 16 de setembro, Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio, o Ministério do Meio Ambiente reuniu em Brasília representantes do Ministério de Relações Exteriores (MRE), da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), da agência de cooperação alemã GIZ e do PNUD, além de especialistas do governo, do setor privado e da sociedade em geral.

O lema da data neste ano foi “Trabalhando para a gestão dos HFCs, gases de efeito estufa, no âmbito do Protocolo de Montreal”.  O secretário-geral ONU, Ban Ki-moon, solicitou aos países que intensifiquem a preservação do clima, reduzindo o uso de hidrofluorcarbonetos.

“Precisamos transformar a ambição em ação, e reforçar a proteção do clima, aproveitando o poder do Protocolo de Montreal e progredir ao desacelerar o aquecimento no curto prazo causado por hidrofluorcarbonetos, o gás de efeito estufa que mais cresce”, disse Ban.

HFCs influenciam no aquecimento global

Ele salientou que a redução do uso de HFCs traria benefícios consideráveis para o Planeta.  Pois mesmo que os HFCs sejam usados em sistemas de refrigeração e ar condicionado como alternativa a outros gases que destroem a Camada de Ozônio, eles também não deixam de ser gases de efeito estufa, que influenciam no aquecimento global.

Com todo esforço que os países estão fazendo para parar o Aquecimento Global, espera-se que até 2050 a Camada de Ozônio esteja recuperada. “Neste Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio, vamos lembrar quanto já foi alcançado, e nos comprometer a fazer mais para proteger nossa atmosfera. Trabalhando juntos, podemos construir um mundo mais seguro, saudável, próspero e resiliente para todas as pessoas enquanto protegemos nosso planeta, nossa única casa”, concluiu Ban Ki-moon.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *