[ x ] Fechar

Rio desiste de cobrar por ar-condicionado no quarto dos atletas nas Olimpíadas

  • 07 de dezembro de 2015
  • Nenhum Comentário

Os atletas que irão se hospedar na Vila Olímpica durante os Jogos do Rio 2016, em agosto do próximo ano, podem ficar mais tranquilos e deixar o ventilador portátil em casa. Nesta sexta-feira, o Comitê Organizador divulgou nota à mídia estrangeira para informar que, sim, os quartos dos competidores terão ar-condicionado nesse período, sem que eles sejam cobrados por isso, segundo informa o jornal “O Globo”.

Entenda o caso
Na semana passada, havia sido divulgado que a climatização nos quartos dos atletas seria suspensa. Isso porque os organizadores estão preocupados em reduzir os gastos na realização do evento, que estão R$ 2 bilhões acima do orçamento inicial previsto. Entre os cortes, que deverão ser de até 30% no investimento, haviam planejado deixar o sistema de refrigeração disponível apenas para os atletas que aceitassem pagar por seu uso.

Porém a ideia foi recebida com inúmeras críticas lá fora, e a pressão estrangeira surtiu efeito. Depois de tantas reclamações e de uma reunião com representantes do COI (Comitê Olímpico Internacional), a situação será revertida. “Decidimos prover o ar-condicionado, com os custos arcados pelo próprio comitê”, divulgaram. “Estamos em meio ao processo de revisão de gastos, tomando decisões sensíveis e buscando soluções criativas para garantir um orçamento equilibrado para Jogos únicos e memoráveis em 2016.”

Desse modo, o Comitê Organizador, desesperado para não estourar o orçamento, terá que fazer um remanejamento buscando “soluções criativas” em outros itens.

Tv sai, ar-condicionado fica
Segundo a assessoria de imprensa do CO-Rio, não é obrigatório prover os quartos com ar-condicionado, e já houve edições anteriores dos Jogos com quartos da Vila Olímpica desprovidos desse conforto, ainda segundo o Comitê. Como a competição ocorrerá durante o inverno no Rio, a previsão do tempo indicaria que se prevê temperaturas nos “padrões aceitáveis”. Daí a ideia de cogitar corte nesse item do orçamento.

Mas o ar-condicionado fica, e de graça. Porém, se os atletas quiserem ver TV, terão de procurar outras soluções, como computadores, tablets e celulares, ou se deslocarem para quartos coletivos de áreas comuns da Vila.

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de iG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *