Prefeito de Teresina afirma que ar-condicionado em ônibus vai custar caro, mas está aprovadoFoi aprovado na Câmara Municipal de Teresina um projeto, subscrito por 17 vereadores, propondo a climatização dos ônibus a partir de janeiro de 2016. O prefeito Firmino Filho disse que a decisão ainda precisa ser discutida, e que cabe à Câmara analisar dados técnicos e os custos.

“Não há quem não seja a favor da climatização dos ônibus em Teresina, mas em relação a implantação dos condicionadores de ar, ela deve gerar algum custo e alguém vai ter que pagar essa conta. O plano diretor de transporte público que está sendo executado já prevê dos condicionadores de ar nas linhas troncais, que são as principais, e o projeto dos vereadores prevê a implantação gradativa nas outras linhas, tudo isso com base em dados técnicos”, explicou ele.

Segundo Firmino, o Plano Diretor de Transporte Público Urbano de Teresina, que foi aprovado em 2009, prevê ar-condicionado nos ônibus de todas as linhas que saem do centro da cidade e que o próximo passo é estabelecer um período, para que a melhoria seja feita no restante da frota.

Ele destaca que é preciso fazer tudo dentro de um planejamento, com base em dados técnicos para que temperatura dentro do ônibus permaneça estável e agradável sempre, não apenas por um período, como já ocorreu em outras capitais.

O prefeito destacou que o projeto terá um custo alto, mas que é muito bem-vindo, e que será um grande passo para a melhoria da qualidade do transporte público de Teresina.

Redação do Portal WebArCondicionado.