[ x ] Fechar

A prática da engenharia no setor de climatização

  • 11 de dezembro de 2012
  • 1 Comentário

São Carlos Thermal SystemsEm comemoração ao dia do engenheiro, o Portal Web ArCondicionado entrevistou o engenheiro elétrico Rafael Seefeld, que trabalha na São Carlos Thermical Systems. A proposta das perguntas é mostrar como é o trabalho e  de um engenheiro que trabalha na área de climatização.

Portal Web ArCondicionado: Quais são as atividades diárias do engenheiro que trabalha com climatização?

Rafael Seeseld: Devido ao aquecimento do mercado nesta área, o engenheiro pode atuar tanto na parte de manutenção quanto na parte de obras. No meu caso, como engenheiro eletricista, atuo na parte de automação dos sistemas HVAC voltados para processos industriais, casos em que o cliente possua em sua planta a possibilidade de automatizá-la de forma a maximizar seu tempo de processamento, visando maior produtividade da planta.

Um engenheiro de qualquer segmento tem habilitação para trabalhar no setor de climatização?

Não necessariamente. Quando saímos da faculdade, nos deparamos uma enorme carência do conhecimento a respeito desse segmento, uma vez que os cursos são bem generalistas, acabamos vendo que existe a real necessidade de um aperfeiçoamento. Não que isso seja um empecilho, pois o engenheiro que entra neste segmento consegue depois, com muito empenho, desempenhar uma sua atividade, mas quando falamos sobre projetos, existe uma real carência e temos que buscar uma qualificação mais focada no setor.

É necessária uma especialização?

Sim, uma especialização sempre é bem vinda em qualquer curso superior, principalmente na engenharia, pois é ela que nos da um maior foco no setor que estamos nos desenvolvendo. Neste caso, o da climatização, o curso permite um grande conhecimento sobre todos os aspectos e novas tecnologias que podem ser aplicadas dentro da engenharia.

EngenhariaExiste alguma tendência, por exemplo: “a maioria dos eng. que trabalham com climatização são eng. elétricos.”?

Não, pelo contrario, a maioria dos engenheiros que trabalham na climatização são engenheiros mecânicos, tendo em vista que quando o assunto é automatização, os engenheiros eletricistas, são minoria neste setor.

O que te motivou a entrar neste ramo?

Foi o desafio de estar adentrando uma área diferenciada, com um grande potencial futuro, onde podemos desenvolver produtos diferenciados para clientes especiais. Também tem que se levar em conta os desafios que são encontrados pelo caminho, estou neste setor a quase 3 anos e posso garantir que sempre estamos aprendendo coisas novas.

Como está o mercado de trabalho no momento?

Está muito bom mesmo, está aquecido e com uma enorme falta de mão de obra especializada, ao ponto de jovens recém formados estarem ingressando mais rapidamente neste mercado de trabalho. Podemos verificar que ao longo do tempo, a construção civil está mais preocupada com a climatização, tanto para processos quanto para conforto térmico, assim como a indústria que cada vez investe mais, visando obter benefícios e produtividade de melhor qualidade.

_________________________________________________________________________

*Se você também é engenheiro e gostaria de contribuir com sugestões de pauta, entre em contato conosco. Teremos o prazer em lhe atendê-lo.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Ideia sobre "A prática da engenharia no setor de climatização"