[ x ] Fechar

Portas abertas e ar-condicionado ligado pode virar multa na Argentina

  • 05 de novembro de 2014
  • Nenhum Comentário

O vereador Sebastian Chale, da cidade de Rosário, lançou um projeto que tem como objetivo punir empresas que funcionam com as portas abertas enquanto utilizam o ar-condicionado. Atento ao excessivo consumo de energia causado pela situação, o vereador declarou que “a iniciativa visa sensibilizar e contribuir para o seu consumo”, enfatizando a importância de seu uso consciente.

De acordo com o projeto, os locais que oferecem equipamentos de refrigeração devem ter um sistema de travamento de portas adequado para impedi-las de permanecer permanentemente abertas e, assim, gerar consumo excessivo de energia. A falha será punida com multas que podem variar de 7 mil a 15 mil dólares e, em alguns casos, levar até à desativação das instalações.

Através de um comunicado à imprensa, Chale e a vereadora Maria Eugenia Schmuck, criadores do projeto, observaram que “pequenos atos do cotidiano muitas vezes têm um enorme impacto no meio ambiente e não percebemos”.

Para se ter uma ideia, as lojas que mantem a porta aberta no verão emitem 1 tonelada de CO² (dióxido de carbono) por mês. Isso é o equivalente ao volume de uma piscina de 10 metros de largura, 25 de comprimento e 2 metros de profundidade, ou também a quantidade que sai da válvula de escape de um carro que viaja 8.000 km.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *