[ x ] Fechar

Panasonic lança a primeira cidade sustentável no Japão

  • 03 de fevereiro de 2015
  • 1 Comentário

O grande desafio de aliar tecnologia à sustentabilidade foi vencido pela Panasonic recentemente: a companhia construiu a primeira cidade sustentável e inteligente do Japão. A Fujisawa Sustaintable Smart Town, como foi nomeada, é capaz de criar, armazenar e conservar a energia para reduzir o consumo em até 70% e o de água em 30% nas casas.

O projeto está localizado no leste do Japão, a cerca de 50 km de Tóquio e foi distribuído em 19 hectares de terra, com um investimento de US$ 1,3 bilhão. A Panasonic é líder da comunidade, com 50% do investimento, juntamente com outras sete empresas japonesas e norte-americanas que também participaram da construção.

De acordo com Akiro Ueda, responsável pelas negociações da Panasonic, o objetivo é criar uma vida sem resíduos, onde as famílias possam gerar a própria energia que consomem.

Painéis solares
As casas têm painéis solares de energia 4.3 KW instalados nos telhados. A energia não utilizada é armazenada em baterias elétricas e sistemas de bombas de calor que reutilizam o calor disperso para reduzir o consumo. Em caso de falta de energia, como aconteceu no terremoto no Japão em 2011, a cidade pode continuar “funcionando” através da sua própria rede e além disso fornecer luz para as áreas próximas.

Controle de consumo
Todas as casas possuem também uma tela que funciona como um portal de informação com todos os serviços do local. Com este dispositivo é possível controlar a água, gás, iluminação e ar-condicionado em qualquer lugar da casa. Além disso, pode-se medir o consumo de energia de cada família e saber quais os aparelhos estão consumindo mais energia elétrica.

A cidade conta também com controle de iluminação interna / externa por meio de sensores e câmeras de vigilância que são ativados com base no fluxo de pessoas e veículos. Os aparelhos de ar condicionado trabalham da mesma forma: funcionando graças a sensores que detectam a presença do usuário no momento em que ele entra no ambiente e assim se autorregulam.

Transporte elétrico
Outro destaque é o uso de carros e bicicletas elétricas, permitindo uma redução global de 70% das emissões de CO² – um dos gases responsáveis pelo aquecimento global. Os veículos podem ser compartilhados ou alugados entre residentes e incluem espaços com áreas de recarga.

Atualmente na cidade vivem 400 famílias, e estima-se que até 2018, quando Panasonic cumprir o seu centenário, mais de 3.000 pessoas irão habitar Fujisawa, uma vez que alguns pontos ainda estão em construção. O objetivo é manter uma cidade sustentável durante 100 anos.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Uma Ideia sobre "Panasonic lança a primeira cidade sustentável no Japão"