[ x ] Fechar

Sem ar-condicionado, ônibus elétrico é testado na Bahia

  • 07 de dezembro de 2013
  • Nenhum Comentário

Ônibus elétrico

A tecnologia é alta, com baterias elétricas, câmbio automático, câmera de ré, acessibilidade para cadeirantes, entre tantos outros diferenciais, bem como a eficiência energética. Mas o ônibus elétrico baiano, que será testado pela empresa Rio Vermelho até o dia 21 de dezembro, deixa a desejar em um quesito que se torna cada vez mais básico no transporte público: o ar-condicionado.

Na última terça-feira (dia 03/12), o ônibus elétrico, fabricado pela empresa chinesa BYD, foi apresentado à imprensa, em Salvador, e foi aprovado nos quesitos ambientais, mecânicos e sonoros, mas a pouca climatização comprometeu o conforto. Além de não possuir aparelhos de ar-condicionado, também conta com janelas pequenas, com pouco espaço para ventilação.

O ônibus estará operando com viagens teste até o dia 21 de dezembro, na linha Aeroporto/Lapa, com tarifa de R$ 2,80. Esta é segunda cidade brasileira a testar o veículo elétrico, a primeira havia sido São Paulo.

Secretário promete melhora
Conforme o secretário municipal de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia, será necessário uma adequação quanto à climatização. “A próxima licitação prevê que os ônibus terão uma circulação forçada de ar, alguns inclusive com ar-condicionado”, disse o secretário.

Segundo o gerente de vendas da empresa BYD no Brasil, Ken Chen, “o ônibus pode ser recarregado à noite e também pode ser levado para a garagem no intervalo do almoço para uma nova carga”.

O ônibus elétrico precisa de quatro horas para ser totalmente carregado, rodando cerca de 300 km com essa carga. Ele tem capacidade para 76 passageiros e é bem mais silencioso que os coletivos convencionais.

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de Correio 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *