[ x ] Fechar

O espirro em ambientes com ar-condicionado

  • 23 de dezembro de 2014
  • Nenhum Comentário

Cientistas já comprovaram que as gotículas expelidas pelo espirro vão longe, avançando metros de distância. Além disso, pesquisas recentes realizadas pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) concluíram que elas vão muito mais além do que se imaginava. Quando nós mesmos ou alguém próximo espirra, é possível ver ou sentir as gotas maiores. Mas é preciso lembrar que não vemos nem sentimos as nuvens de gotículas que também se expelem com essas gotas.

Essas gotículas menores viajam distâncias 200 vezes maiores do que antes imaginavam, pois são tão leves que podem ficar muito tempo flutuando no ar. Simulações realizadas através de câmeras especiais confirmam que as gotas mais “pesadas” caem no chão logo, depois de uns poucos metros; mas as gotículas realmente pequenas (com 50 micrômetros de diâmetro ou menos) ficam em suspensão por bastante tempo, e, levadas pelo ar, podem inclusive até subir ao teto e alcançar as entradas do ar-condicionado.

Ambientes climatizados
Considerando que os aparelhos de ar condicionado estimulam a circulação do ar, é possível prever que esse fato facilita o espalhamento dessas gotículas, disseminando-as por toda parte e servindo como veículo ideal para vírus e bactérias perigosos.

Em um sistema de climatização fechado de ar condicionado que atende vários ambientes, por exemplo, esses também serão contaminados pela circulação do ar. É importante lembrar que os filtros do ar-condicionado não têm a função de eliminar os micro-organismos provenientes do espirro, mas sim de proteger o equipamento central. Sendo assim, os profissionais que trabalham nestes locais têm mais chances de contaminação.

Não que a partir de agora seja proibido espirrar, mas aconselhamos que o uso de lenços de papel seja bom para evitar riscos à saúde.

Confira a simulação abaixo de um espirro dentro de um avião:

Conheça outros projetos realizados pelo MIT:

Pulseira promete “climatizar” seu corpo
Ar-condicionado poderá seguir você no futuro

Frio à distância – estudo revela a refrigeração magnética

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *