Nova tecnologia promete evitar tragédias por asfixia e calor dentro de carros fechadosA Tesla, uma empresa norte-americana que fabrica automóveis elétricos de alto desempenho, desenvolveu uma tecnologia para evitar mortes dentro dos carros, por asfixia ou pelo calor. Só neste ano, mais de 30 pessoas morreram desta forma nos EUA, mas esse problema é recorrente em outros países também, inclusive aqui no Brasil.

Para tentar evitar que mais tragédias aconteçam, a fabricante criou um novo update no software 8.0 dos seus veículos. Chamado de Cabin Overheat Protection, ou em livre tradução “Proteção contra superaquecimento da cabine”, ele foi desenvolvido especialmente para proteger crianças e animais.

Como funciona o sistema

Nova tecnologia promete evitar tragédias por asfixia e calor dentro de carros fechadosApós o motorista sair do veículo e infelizmente esquecer alguém lá dentro, o programa ativa automaticamente os ventiladores e o ar condicionado, mantendo o ambiente interno abaixo de 40ºC e trazendo ar fresco e renovado para o interior do carro.

Uma bateria totalmente carregada seria suficiente para manter o sistema funcionando por um ano. Mas ele foi programado para se manter por no máximo 12 horas após o motorista deixar o automóvel.

Uma temperatura de 40ºC não é confortável e a pessoa pode, assim mesmo, passar mal por desidratação, mas segundo a Tesla, essa medida é apenas paliativa, e será modificada em breve, para melhorar o sistema.

Esperamos que outras fabricantes de automóveis tenham essa mesma ideia ou simplesmente copiem. Nós não queremos que seja necessário utilizar o sistema, é claro, mas apesar de ser um terrível ato de negligência, esquecer uma criança ou um animal de estimação no carro pode acontecer até mesmo nas melhores famílias, infelizmente.

Redação do Portal WebArCondicionado.