[ x ] Fechar

Minha Casa, Minha Vida: aquecimento solar deve ser retirado do programa

  • 22 de agosto de 2016
  • Nenhum Comentário

Você sabia que o Ministério das Cidades chegou a tornar obrigatória a instalação de aquecimento solar para as unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida? Mas a nova notícia é que o ministério voltou atrás na decisão.

De acordo com Bruno Araújo, ministro das Cidades, o uso de aquecedores solares só faz sentido para determinadas regiões do país. Do contrário, o equipamento só tornaria o imóvel mais caro, sem que fosse convertido em algum benefício para o morador. “Isso, no Sul e no Sudeste, no inverno, é muito bom. Já no Norte e Nordeste, tem pouca utilidade e pode ser substituída por outros equipamentos”, justifica Araújo.

A ideia, segundo o ministro, é trocar o aquecedor solar nesses locais por outro elemento, como um sistema de geração de energia solar ou a aplicação de um material de melhor qualidade na obra, a exemplo do piso.

Histórico
O aquecedor solar é usado também para a água do chuveiro. A instalação do sistema é obrigatória desde a segunda fase do programa ocorrida em 2012, nas modalidades Empresas e Entidades e para famílias atendidas pela faixa 1 – a de menor renda. O custo do equipamento já é incluído no valor do imóvel.

A gestão anterior do Ministério das Cidades apontava o uso da tecnologia como um dos aspectos sustentáveis do programa. Em 2015, o órgão sustentava que havia uma redução na conta de luz de 30%, em média, a partir do uso do sistema.

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de EBC Agência Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *