Você sabe onde fica o lugar mais frio no planeta Terra? Pois cientistas descobriram que ele pode ser ainda mais gelado do que se sabia. O ponto fica nos lençóis antárticos, no pólo sul, que já detinha o recorde de mais baixa temperatura do globo, -93ºC. Agora, graças à observação com satélites, um grupo de pesquisadores conseguiu registrar -98ºC nesse local.

Por que faz tão frio lá?

O líder do estudo, Ted Scambos, pesquisador do Centro de Arquivamento sobre Neve e Gelo da Universidade de Colorado, explica que para marcas tão baixas são necessárias condições muito específicas. Para começar, o ponto observado é uma espécie de elevação na planície da Antártida, uma espécie de colina muito ampla que, para os padrões da região, os cientistas consideram como o pico de uma montanha.

Essa altitude elevada afasta ainda mais o pico da luz do Sol durante o inverno. Mas Scambos diz que é preciso ainda que o ar esteja parado e muito seco, pois a umidade é facilmente esquentada pelo calor refletido pela brancura da neve na superfície. Outro fator que contribuiu para o registro recorde é que não pode haver nuvens nem nada flutuando sobre a área observada – o céu deve estar limpo para evitar que o calor irradiado não volte para a baixa atmosfera.

Verdade ou Mentira: Inverno no Brasil será o mais Frio do Século?

Astronomia foi a chave

E nos lençóis antárticos o céu às vezes é tão límpido que existe mesmo uma base de observação astronômica ali perto. O lugar, inclusive, é um dos mais visados pelos astrônomos para o futuro da observação do cosmos, pois com o agravamento do Efeito Estufa e do Aquecimento Global, existe cada vez mais umidade e outros gases presos na atmosfera terrestre que dificultam a visualização para fora dela.

Toda essa tecnologia astronômica, aliás, foi a chave para que o time de Scambos detectasse a marca dos -98ºC (ou, -144ºF). Acontece que é muito difícil para uma equipe ficar acampada em locais tão frios, pois o ser humano não pode respirar um ar tão gelado. As brânquias congelam rapidamente, causam hemorragia interna e a pessoa morre por se afogar no próprio sangue, antes mesmo do que pela perda dele. Mesmo em temperaturas antárticas mais “amenas”, os cientistas usam máscaras especiais que aquecem o ar antes deste ser inalado.

Frio nos pés

Por isso, a equipe de Scambos passou anos mapeando a rota de satélites e analisando dados das suas passagens sobre o ponto dos lençóis antárticos. Os satélites consegue detectar a temperatura da superfície terrestre por onde sobrevoam, e registraram os -98ºC naquele ponto. Scambos e seu time acreditam que, devido a depressões no relevo do chão, um ar mais frio acaba fluindo por ali, baixando ainda mais as temperaturas perto do solo. O cientista explica que, na altura da cabeça de uma pessoa, a marca estaria em torno de -90ºC e, nos pés, mais ou menos 5ºC mais baixa do que isso. Ele completa “não seria nada divertido pisar ali”.

Entretanto, Scambos diz que eventos como esses devem ficar cada vez mais raros, já que se prevê um aumento de até 4ºC nas temperaturas mundiais dos próximos anos.

Você seria capaz de encarar um frio desse?

Leia também: Quanto o nosso corpo suporta diante de temperaturas extremas

Redação do Portal WebArCondicionado.