A falta de higienização do ar condicionado automotivo faz com que cheiros desagradáveis apareçam dentro do carro. E não é nada legal viajar em um carro com cheiro ruim, certo? Mas pior que isso, são as doenças respiratórias que a falta de manutenção do ar pode provocar nos ocupantes do veículo.

Grande parte dos problemas respiratórios é causada pela umidade e pela sujeira que vem da rua em contato com a água, formando um ambiente propício para o desenvolvimento e proliferação de microrganismos.

Leia mais: Como e quando trocar o filtro do ar condicionado do carro

Por conta disso, muitas empresas estão desenvolvendo soluções práticas e eficazes para a higienização dos sistemas de ar condicionado automotivos. Dentre elas, a limpeza através de ozonização.

O que é e como funciona a ozonização para limpeza de ar automotivo

São dispositivos que trabalham através da produção de ozônio, um gás instável, que se transforma em oxigênio. O objetivo é descontaminar de forma microbiológica. Ele é ecologicamente correto, não deixa cheiro e nem resíduos porque não utiliza produtos químicos. É um sistema que ajuda a eliminar odores de cigarros, animais e resíduos alimentares.

O aparelho que gera o ozônio, quando o ar condicionado é ligado, faz com que o ar circule entre os dutos de ventilação e em todo o automóvel, desinfetando e esterilizando. Ele ajuda a inibir a formação de fungos e outros micro-organismos.

Segundo as empresas que utilizam, esse tipo de higienização é reconhecido pelo Ministério da Saúde e não possui contraindicações para alérgicos, crianças e animais.

Redação do Portal WebArCondicionado.