Ciente que o ar-condicionado de veículos consome quantidades significativas de energia e consequentemente mais combustível, a Jaguar Land Rover apresentou algumas de suas novas tecnologias de emissões zero e emissões reduzidas. As novidades foram denominadas como Manta de Ar Quente e o Módulo de Propulsão Eléctrica (eDM eDrive Module).

O propósito é que a inovação da fabricante possa reduzir radicalmente a energia consumida pelo aquecimento do veículo: a Manta de Ar Quente é na verdade uma espécie de “bolha de ar” criada pelo sistema HVAC do automóvel, que, podendo ser tanto quente como fria, evita o constante esforço de aquecer ou refrigerar o ambiente, mantendo a temperatura escolhida estável e consumindo menos energia.

Para manter a “bolha”, o ar da cabine é passado por um filtro especial colocado no porta-malas do veículo. Isso remove o CO², a umidade e partículas nocivas, proporcionando uma melhor qualidade do ar no interior do veículo em relação à existência fora. Desse modo, o sistema acaba “embrulhando” os passageiros em seu próprio micro-clima.

Potência valorizada
Já o Módulo de Propulsão Eléctrica (eDM eDrive Module), que poderá ser utilizado nos futuros veículos de emissões zero e emissões reduzidas, tem capacidade para desenvolver o dobro da potência de qualquer motor elétrico atualmente em produção.

Ambos os sistemas foram apresentados em veículos com baixa emissão de carbono. Eles podem representar o consumo de energia de 8 a 10 KW, suficiente para reduzir a autonomia acima de 40%, enquanto o ar condicionado pode reduzir a autonomia de mais de 20% nos modelos com motor de combustão interna.

Adicionais
Os veículos utilizados como portadores desses recursos incluem também um novo vidro reflexivo infravermelho, adaptados à radiação solar e impedindo um maior consumo de energia para resfriar o interior do carro.

O projeto de pesquisa, com duração de dois anos, tem um orçamento de 16,3 milhões de libras. A montadora acredita que no futuro essa tecnologia possa ser ultrapassada, apostando que o fluxo de execução ar quente ou frio possa ser reproduzido através de um tecido poroso usado nos assentos dos carros.

Redação do Portal WebArCondicionado.