[ x ] Fechar

Inaugurada primeira fábrica de reciclagem de ar-condicionado da América do Sul

  • 13 de setembro de 2010
  • Nenhum Comentário

efeitoestufa[1]Foi inaugurada na última sexta-feira (10/09) a primeira fábrica de reciclagem de ar-condicionado, geladeiras e freezers da América do Sul, no município paulista de Cabreúva. A Indústria Fox está sendo implantada com um sistema pioneiro de reciclagem: sendo a primeira com capacidade de captar, destruir e transformar os gases do CFC (clorofluorcarboneto), que é um dos principais vilões do efeito estufa, em uma solução que não agride o meio ambiente.

Estando presente no motor e nas paredes das geladeiras e de outros refrigeradores, apesar de sua produção e uso estarem proibidos no Brasil, os refrigeradores antigos ainda possuem CFC na estrutura. Sem um descarte correto desses aparelhos, o que ocorre na maioria das vezes, o gás corre risco de se dispersar na atmosfera, agravando o aquecimento global. Conforme especialistas, o potencial de aumentar o efeito estufa com o CFC é 10 mil vezes mais alto do que o do gás carbônico.

Aqui no Brasil é comum ver sucateiros recolhendo os equipamentos antigos, mas sem dar uma destinação correta a eles. Podendo desta maneira, causar grandes prejuízos a saúde e ao meio ambiente e isto na maioria das vezes por falta de informação.

Com o apoio da Iniciativa Suíça de Proteção Climática (SCPI) e em parceria com a fundação SENS International a Indústria Fox trouxe ao Brasil, um investimento de R$ 20 milhões, a unidade brasileira conta com cerca de 10 mil m2 de área industrial. Com capacidade produtiva de reciclar mais de 420 mil aparelhos de refrigeração por ano, a nova tecnologia utilizada poderá conseguir uma economia de emissão de gases efeito estufa equivalente a 1 milhão de toneladas de CO2 por ano.

A fábrica irá contar inicialmente, com aparelhos vindos de programas de eficiência energética das empresas brasileiras de energia, que fazem a troca dos aparelhos velhos por novos em comunidades de baixa renda. Pretendendo estabelecer também, um sistema de parceria com governo, fabricantes, varejistas, transportadores, indústrias de matéria-prima, cooperativas, ONG’s e associações.

Veja como funciona o sistema de reciclagem dos aparelhos:
No sistema de tecnologia alemã, o CFC é captado por sucção e enviado para uma câmara que atinge até 1400°C de temperatura, que transforma o gás nocivo em uma solução ácida que não agride a camada de ozônio e ainda pode ser aproveitada por indústrias químicas.

Os aparelhos seguem para um mecanismo de trituração. De acordo com a indústria, todo o processo de reciclagem apresenta uma taxa de aproveitamento de 96%, que gera porções de matéria-prima para revenda: matéria ferrosa (60%) para usinas de aço; alumínio (5%), que segue para fundição, plástico (13%) e poliuretano (15%).

Esta tecnologia está sendo colocada em prática pela primeira vez no mundo e o Brasil vai servir como referência para projetos similares em outros países.

O site WebArcondicionado acredita que este é um grande passo que irá trazer muitos benefícios não só ao Brasil mas também para o mundo. Estamos sempre buscando novidades e informações para nossos visitantes sobre o ar-condicionado, lançamentos, curiosidades e informações de utilidade pública como esta.

Todos podem fazer sua parte para preservação de nosso planeta, e agora queremos saber de você: Em relação ao condicionador de ar, o que você fez ou faria com seu aparelho antigo? De que forma pretende descartá-lo?

Fonte:
www.semanaemdestaque.com.br
http://blog.eco4planet.com/2010/09/descarte-de-cfc/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *