Governo Federal aumenta imposto sobre splits importados

O imposto sobre aparelhos de ar condicionado importados aumentou de 18% para 35%. A medida foi anunciada na última terça-feira (6) pela Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério do Desenvolvimento. O aumento vale para splits importados com capacidade de até 7.500 BTU.
Segundo o governo, o aumento do imposto de importação para estes produtos foi autorizado por conta do aumento significativo da importação nos últimos meses, reduzindo os níveis de competitividade da indústria nacional.
Outros produtos também tiveram seu imposto de importação elevado para 35%. São eles: partes referentes a unidades condensadoras ou evaporadoras para fabricação de aparelhos de ar-condicionado, bicicletas comuns, barcos a motor, rodas e eixos ferroviários, pneus de borracha de bicicletas, porcelanatos.

Leia: O que é um ar-condicionado split?

Em defesa da indústria nacional

A medida adotada pelo Governo Federal visa proteger o mercado brasileiro permitindo que a indústria nacional seja capaz de enfrentar a competição desleal de empresas estrangeiras. Além disso, comprar produtos importados em demasia também contribui para o déficit de vagas de trabalho no país, uma vez que perde-se a chance de criar empregos diretos e indiretos.
No início de agosto, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) declarou que a indústria do ar-condicionado vem sendo “permanentemente atacada” por produtos chineses. Ele lamentou que o ar-condicionado chinês entre no Brasil destruindo a geração de empregos.

Prefira sempre os fabricantes nacionais!

Fonte: Correio do Brasil e G1 Economia

Você gostou desse conteúdo?

  • Links Patrocinados

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>