Acidentes no nosso setor de trabalho, infelizmente, não são raros. Na tarde da última segunda-feira (12/11) aconteceu mais um, desta vez em Campo Grande, no estado do Mato Grosso do Sul. Foi num clube localizado no bairro Jardim Autonomista, e a vítima, ainda bem, saiu viva.

Pouco foi revelado à imprensa, mas o que se sabe é que um funcionário (nome não revelado) do Clube Estoril estava consertando um aparelho de ar condicionado quando foi eletrocutado. Aparentemente a pessoa teve alguns espasmos e passou a reclamar de dor intensa. Duas unidades de atendimento do Corpo de Bombeiros estiveram no local para prestar auxílio à vítima, mas ninguém quis responder aos jornalistas presentes.

O gerente do clube não quis se pronunciar e nem conceder acesso ao local. Pelo que disseram testemunhas, o funcionário foi levado consciente para uma Unidade de Pronto Atendimento (não especificada), onde recebeu encaminhamento médico.

O cuidado é o melhor amigo do técnico

Em qualquer profissão que lide com o manuseio e instalação de aparelhos e equipamentos elétricos, sempre existe o perigo de acidentes e até fatalidades. Todos eles, claro, podem ser evitados seguindo regras e precauções de segurança que devem ser observados atenta e rigorosamente seja lá qual for a sua área. No setor de Ar Condicionado isso não é nada diferente. Muito pelo contrário, essa atenção deve ser redobrada, pois tratam-se de equipamentos complexos e delicados, cheios de peças eletrônicas, fiações e tubulações de gás e fluidos, todos nocivos se mal administrados.

Por isso, é totalmente NÃO recomendado que pessoas leigas, mesmo aquelas já acostumadas a lidar com problemas de manutenção diariamente, tentem consertar esses equipamentos. Não se sabe o grau de experiência do funcionário eletrocutado em Campo Grande, mas o correto seria que um técnico ou um instalador especializado em condicionadores de ar estivesse lá para fazer a manutenção ou reparo.

Dicas básicas para evitar acidentes

Se um aparelho desses apresenta defeito, não tente abri-lo, mexer nos disjuntores, muito menos desligá-los diretamente no equipamento. Não tente desconectar da alimentação elétrica, não abra o casco e muito menos a grade interna na evaporadora ou mesmo a externa da condensadora. Não tente se aventurar em nenhuma das unidades, ambas possuem motores funcionando em alta velocidade e com diferenças de temperaturas drásticas, além de materiais condutores que podem causar choques elétricos. Não mexa no aparelho se ele estiver molhado, não mexa nele com coisas ou com as mãos molhadas e nem mesmo ele estiver em ambiente úmido.

Essas são apenas algumas recomendações das mais leigas em relação ao ar-condicionado. Existem muitas outras para aqueles que pretendem trabalhar seriamente com essas máquinas.

Redação do Portal WebArCondicionado.