fraude-ar-condicionado-goias

Após efetuarem a compra de 72 aparelhos de ar condicionado de forma ilegal, três homens foram presos por suspeita de estelionato em Goiânia na última quinta-feira, dia 19. De acordo com a delegada Mayana Rezende, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), um dos envolvidos no crime teria feito as aquisições em nome da empresa que trabalhava sem ter autorização.

“Recebemos a denúncia de que havia uma residência onde estava chegando muita entrega. Chegamos até o local e vimos que estavam carregando um caminhão com vários aparelhos de ar condicionado”, justifica. Na ocasião, foi preso em flagrante Luiz Ricardo Caetano de Souza, 29 anos, funcionário da empresa alvo do esquema.

Leia também: Briga de casal por temperatura do ar-condicionado termina em tiros

O homem já possuía antecedentes criminais por delitos semelhantes e estava foragido. Além dele, também foram detidos Rodrigo Ferreira de Souza, 36 anos – que seria o revendedor dos itens -, e Fernando da Silva Carneiro, 39 – responsável pelo aluguel do imóvel para manter os aparelhos até que fossem comercializados.

Prejuízo em $ no golpe do ar-condicionado

Segundo as informações da delegacia, havia ainda 68 aparelhos com os suspeitos no total, mas Luiz já teria feito a compra de outros quatro em outra ocasião, também de forma irregular. Desse modo, a empresa alvo do golpe poderia ter sofrido um prejuízo perto de R$ 110 mil.

O trio ainda não havia encontrado possíveis interessados na mercadoria. Os suspeitos afirmaram que venderia cada aparelho por R$ 1 mil, enquanto no mercado eles estão na faixa de R$ 1,6 mil.

Além de serem acusados de estelionato, eles devem responder também por associação criminosa.

Leia também: Homem é preso por instalar câmera escondida no ar-condicionado

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de maisgoiás.