[ x ] Fechar

Fiscalização de sistemas de climatização é discutida por vereadores

  • 25 de maio de 2016
  • Nenhum Comentário

*Atualizado em 27/05/2016

Em Porto Alegre, uma maior fiscalização dos sistemas de climatização que atendem os espaços não residenciais esteve em pauta na última quarta-feira (25/05). A fim de dar uma maior atenção ao caso, a ASBRAV e os vereadores da Câmara Municipal da capital se reuniram para discutir o “Regulamento para orientação do projeto, instalação e conservação de sistemas de climatização com o intuito de garantir a  qualidade do ar em ambientes não residenciais de Porto Alegre”, protocolado pelo parlamentar Valter Nagelstein (PMDB).

Leia também: Como melhorar a qualidade do ar dentro de casa

A ideia foi tratar da agilização da votação do projeto pelos vereadores. Ricardo Vaz Souza e Luiz Alberto Hansen, diretor técnico e secretário da ASBRAV, respectivamente, explicaram que as normas atualmente em vigor não estão sendo obedecidas por não terem força de lei, justificando a necessidade de ampliar a fiscalização desses sistemas em ambientes profissionais. “Estamos buscando o apoio do poder público municipal. A ASBRAV elaborou o anteprojeto e o vereador Valter Nagelstein gentilmente se dispôs e apresentar um PLL na Câmara Municipal. Agora, entendemos que os legisladores da capital devem dar maior atenção a esta iniciativa”, destaca Souza.

Desatenção prejudica o trabalho
Os representantes da ASBRAV reforçaram ainda a questão da transmissão de doenças nos ambientes fechados.  “Quando não há a devida renovação do ar no ambiente, cresce a concentração de CO², que causa sonolência, diminuição da produtividade e, eventualmente, ausências ao trabalho”, explicaram os dirigentes.

Os sintomas mais comuns causados por baixa qualidade do ar são irritação e obstrução nasal, desidratação da pele, irritação da garganta e membrana dos olhos, dor de cabeça e cansaço.

O vereador Valter Nagelstein se responsabilizou em levar adiante a votação do PLL 370/13, salientando que irá solicitar a máxima atenção de seus colegas para a questão

Leia também: Qualidade do ar não é o mesmo que conforto térmico

Redação do Portal WebArCondicionado. Com informações de ASBRAV.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *