[ x ] Fechar

Fabricantes de ar condicionado se preparam para o verão

  • 19 de julho de 2010
  • 4 Comentários

Escolhendo_Ar_CondicionadoO próximo verão promete! É isso que acreditam as grandes fabricantes de ar condicionado. E para tanto apostam em uma grande preparação para atender a demanda da estação mais quente do ano.

A Whirlpool Latin América

Detentora das marcas Brastemp, Cônsul e KitchenAid, revela que já investiu US$ 60 milhões em sua unidade fabril de ar condicionado, em Manaus, e cerca de R$ 10 milhões em desenvolvimento tecnológico.
A empresa afirma que um de seus diferenciais é o investimento em tecnologia, que inclusive é exportada. Por isso, conta que acaba de fechar parceria com a Fundação à Pesquisa do Estado de Amazonas (Fapeam) na área tecnológica. “Para atender o crescimento do setor e devido à competitividade da região, achamos importante estabelecermos uma parceria local”, explica a empresa.
A Whirlpool já mantém parcerias semelhantes nos Estados de São Paulo e Minas Gerais. Também exportando tecnologia para fora do país, enquanto toda produção de condicionadores abastece o mercado nacional.
Com sede em Michigan, nos Estados Unidos, e atuação nos mercados da América do Norte, América Latina, Europa e Ásia, a Whirlpool Corporation é líder mundial em eletrodomésticos. A companhia, fundada em 1911, emprega hoje cerca de 68 mil pessoas e suas unidades fabris estão instaladas em 13 países.

Elgin

Já a fabricante brasileira Elgin, com a Divisão Home & Office, que comercializa as linhas de condicionadores de ar e climatizadores vindos de países asiáticos, principalmente da China, planeja investir, em 2010, cerca de US$ 1 milhão na fábrica em Manaus, que é responsável pela montagem dos aparelhos de ar condicionado. Com os produtos, a companhia espera elevar o seu faturamento no segmento, que em 2009 foi de R$ 65 milhões, para R$ 100 milhões, este ano.  A facilidade de importação e o baixo custo têm levado a empresa a manter esse tipo de operação.
Atualmente, a Elgin importa 70 mil itens da linha de condicionadores de ar e projeta crescimento de 40% em suas compras externas, chegando a 100 mil itens, ainda este ano. O gerente da empresa diz ainda não ter planos para a fabricação dos condicionadores de ar no Brasil, devido ao custo de produção, que acaba por tirar a competitividade dos produtos no mercado local, que hoje já conta com grande número de condicionadores proveniente dos países asiáticos.

A crescente procura pelos aparelhos, desde o último trimestre do ano passado fez com que alguns fabricantes já ampliassem o número de funcionários. Nos primeiros meses deste ano, por exemplo, Springer-Carrier aumentou seu quadro de colaboradores nas fábricas de Canoas e Manaus. Segundo o diretor de Marketing da empresa, Felipe Costa, a decisão foi tomada porque a produção ficou bem acima do esperado.

Já a movimentação dos fabricantes de condicionadores de ar no Pólo Industrial de Manaus mostra a expectativa de crescimento da demanda em 2010. Segundo a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), a produção de aparelhos de condicionadores de ar do tipo janela teve crescimento de 244,38% no primeiro quadrimestre deste ano. Em unidades evaporadoras para split system, o crescimento foi de 542,60%, com 174.871 unidades produzidas. A projeção de crescimento da região em 2010 é de 10%, com faturamento aproximado de US$ 28 bilhões. O Pólo Industrial de Manaus (PIM) faturou US$ 10,315 bilhões no primeiro quadrimestre de 2010, recorde para o período.

Fontes:
www.dci.com.br

Fonte da imagem:
www.corposaun.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Ideias sobre "Fabricantes de ar condicionado se preparam para o verão"