[ x ] Fechar

Fábrica da Carrier não sairá mais dos Estados Unidos após acordo com Trump

  • 08 de dezembro de 2016
  • Nenhum Comentário

No início do ano, anunciamos aqui no WebAr a mudança da Carrier dos Estados Unidos para o México a partir de 2017, como a empresa havia divulgado junto com a demissão de seus 1.400 funcionários durante o processo e impactando a todos.

Segundo a fabricante, a motivação da realocação teria sido tentar conquistar uma nova infraestrutura e uma base forte de fornecedores, repercutindo negativamente em seu país de origem e principalmente em Indianápolis, onde está localizada sua sede.

No entanto, a decisão foi revertida, e a Carrier comunicou na última quarta-feira que desistiu de sair dos Estados Unidos após uma negociação com o novo governante do país, Donald Trump. “Temos o prazer de ter chegado a um acordo com o Presidente eleito Trump e o vice-presidente-eleito (Mike) Pence para conservar perto de mil empregos”, anunciou a empresa pelo Twitter referindo-se à fábrica no estado de Indiana. Os termos do acordo ainda são desconhecidos.

Ameaça provocou a desistência
Trump, que irá tomar posse em janeiro, deverá ir nos próximos dias à sede da Carrier para anunciar publicamente o acordo com a empresa. A questão da deslocalização de postos de trabalho para outros países foi um dos temas da campanha de Donald Trump, que defendia a todo custo a permanência das grandes empresas nos Estados Unidos.

Para isso, o novo Presidente ameaçou as fabricantes que se deslocassem para outros países com um imposto de 35% sobre os produtos que depois quisessem entrar no mercado americano.

Redação do Portal WebArCondicionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *