[ x ] Fechar

Entrevista: Oswaldo Bueno, engenheiro e especialista em ar condicionado

  • 05 de maio de 2016
  • Nenhum Comentário

Na última edição da revista WebArCondicionado conversamos com Oswaldo de Siqueira Bueno, um dos grandes nomes da climatização no País. Engenheiro Mecânico, com pós-graduação em Ar Condicionado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, atuou nas empresas Starco, Coldex Frigor, Trane e York de 1975 a 2000. Atualmente é consultor em sistemas de transferência de calor na empresa Oswaldo Bueno Engenharia e Representações e professor do curso de pós graduação da FEI de Refrigeração e de Ar Condicionado e do Programa Smacna de Educação Continuada em Tratamento de Ar, além de gestor do CB-55 Comitê Brasileiro de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento da ABNT e membro das associações ABRAVA, Sindratar, ASHRAE, IIAR. Confira nossa conversa:

Portal WebArCondicionado: Na prática, qual a diferença entre ter o seu negócio e ser funcionário em um projeto?

Oswaldo Bueno: Na verdade acredito que temos as seguintes possibilidades:
a) trabalhar como funcionário de uma empresa, trabalhei como funcionário de 1971 até 2000;
b) trabalhar por conta, mas sozinho, como consultor, que é o que faço de 2000 até hoje;
c) ser o dono de uma empresa, é uma experiência que não tenho;
A tabela abaixo expressa tão somente a minha experiência e opinião, que será diferente de pessoa para pessoa:

Portal WebArCondicionado: Deve ser difícil escolher uma, mas qual obra de climatização que você participou ou executou que mais lhe dá orgulho? Aquela que você olha e pensa: Nossa, eu fiz parte (ou executei) disso! Nos fale um pouquinho de como foi, por favor?

Oswaldo Bueno: Existe sempre uma razão que poderá não ser técnica, mas prestígio, primeira venda etc. Acredito que o melhor é citar algumas:
a) Starco – gostaria de lembrar dois projetos de máquinas ambos em 1980:
a1) Centro Comercial Itália Comolatti – sistema de água gelada com 4 refrigeradores de água de 180 tr sendo 3 com recuperação de calor, para no inverno operar como bomba de calor para aquecimento, a reversão era feita no lado da água.
No verão (TBS ar externo acima de 20ºC) – operação convencional: solução gelada resfriando o edifício, recuperador de calor inoperante e rejeição de calor através da água de condensação, o Projeto é da Thermoplan;
Na meia estação (TBS ar externo de 12ºC a 20 ºC) – os refrigeradores de água não operam, somente ventilação com ar externo
No inverno (TBS abaixo de 12ºC) – operação bomba de calor o edifício é aquecido com a água quente do recuperador de calor e o calor absorvido do ar externo com a solução gelada a -5ºC via trocador de calor de 500.000 m3/h.
O sistema operou corretamente, mas teve problemas de gerenciamento da solução aquosa (etileno glicol), vazamentos através de válvulas tipo borboleta
b) Linha Amazônia – sistema dividido com múltiplas unidades internas, uma unidade condensadora com múltiplos compressores e com fluxo de fluído frigorífico variável por derivação de gás quente na unidade condensadora.
Problemas na partida com compressores monofásicos de 1 tr, eram 3 para uma unidade de 3 tr, o primeiro partia, com a maior carga o segundo partia, mas o terceiro não, devido ao diferencial de pressão e a queda de tensão na linha de alimentação elétrica. Não tinhamos problema com o teste em fábrica, mas nas instalações sim, devido a queda de tensão na partida;
b) YORK – venda de um sistema de 600 tr para resfriamento do ar de admissão de turbina para a plataforma de CHERNE II.

Portal WebArCondicionado: Qual o papel/dimensão/importância da Ashrae para a execução dos trabalhos no Brasil?

Oswaldo Bueno: A faculdade nos ensina a como ler, pesquisar, equacionar e resolver os problemas/desafios que nos são apresentados ao longo da nossa vida profissional, mas temos que ter acesso a material impresso, palestras, cursos, provas de certificação para estejamos sempre atualizados, podendo oferecer o melhor trabalho que o nosso cliente pague, o nosso empregador mantenha o nosso emprego, sinta que valeu a pena. A ASHRAE, o Chapter Brasil da ASHRAE com as suas reuniões, seminários, palestras e material impresso étc. cumpre com essa função.
É bom lembrar também da ABRAVA com os cursos, seminários e principalmente o CONBRAVA como divulgadora do conhecimento e da SMACNA com o programa de educação Continuada em Tratamento do Ar de responsabilidade do professor Antonio Luis Campos Mariani.

Portal WebArCondicionado: Como poderia descrever a sensação de ver a satisfação do cliente após você ter sugerido a solução correta?

Oswaldo Bueno: É importante lembrar sempre que os nossos sucessos e a capacidade de identificar e corrigir os erros farão nosso curriculum e as nossas oportunidades de trabalho dependem fundamentalmente deste curriculum favorável. Desta forma eu tenho duas alegrias a primeira é o orgulho de ter apresentado um bom trabalho, mas também ter a segurança de que novos trabalhos virão ou o emprego está garantido por mais um período. O nome de um profissional é construído a partir de um bom trabalho e a divulgação verbal boca a boca.

Portal WebArCondicionado: Como está a preocupação das empresas quanto aos “projetos verdes” de climatização? Está aumentando ou ainda estamos longe de uma conscientização?

Oswaldo Bueno: É importante notar que as construções sempre foram feitas com o objetivo de um bom resultado, seja no custo inicial como no custo operacional. Considero que os processos de certificação de projetos verdes sistematizaram e deram pesos (valores) a cada uma das ações de preservação do meio ambiente. Eu diria que o mais importante foi a concientização das pessoas de uma forma geral e mundial de que os recursos são finitos e devem ser preservados para as gerações futuras.

Portal WebArCondicionado: Qual a tecnologia que surgiu nos últimos anos que o senhor avalia que gerou o maior impacto na execução dos projetos de climatização?

Oswaldo Bueno: Acredito que a qualidade do ar é o item de maior impacto nos sistemas de condicionamento de ar, lembro que a qualidade do ar externo, controlando a emissão de poluentes, e a qualidade do ar interno através de filtragem e de renovação tem aprimorado, reduzindo o risco de transmissão de doenças, permitindo que a nossa capacidade de trabalho seja eficiente e precisa, aumento o nosso tempo de vida saudável. Com relação a eficiência energética progredimos bastante, mas não considero este o maior benefício.

Portal WebArCondicionado: Ainda sobre novas tecnologias, o senhor avalia que o setor está se movimentando no quesito novas soluções ou está estagnado com antigas práticas?

Oswaldo Bueno: Acredito que o mais importante é o acesso a uma melhor qualidade de vida a um custo menor, de tal forma que mais pessoas tenham acesso a ele, a palavra chave é produtividade, produzir mais, com melhor qualidade e com menor perda na distribuição e no consumo.

Portal WebArCondicionado: Que dica você daria para quem está começando na área?

Oswaldo Bueno: Trabalhe no início em uma empresa que seja melhor que você, onde você possa aprender com outras pessoas com maior experiência e competência. Estude muito procurando se destacar entre os demais profissionais tornando a sua carreira motivo de orgulho e de sustento da sua família.

Redação do Portal WebArCondicionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *