[ x ] Fechar

Drenagem em sistemas VRF

  • 23 de abril de 2012
  • 4 Comentários

Por Otto Rezende *

15 – Basicamente temos três situações de drenagem para evaporadores do sistema VRF:

15.1 Evaporadoras de embutir tipo cassete e Evaporadoras para dutos.

As evaporadoras de embutir normalmente vem com bomba de drenagem no equipamento, o que facilita a instalação do dreno.
Segue ilustração com os cuidados necessários para execução da drenagem nestes equipamentos.

15-2 Evaporadoras de piso e teto.

No caso das evaporadoras de piso e teto é necessário que a mangueira de dreno esteja com inclinação correta para facilitar a drenagem. Segue ilustração com os cuidados necessários para execução de drenagem nestes equipamentos.

15.2.1 Para verificar a drenagem, regule à mão as aletas de ar para cima e para baixo, horizontalmente.

15.2.2 Deite um copo de água no evaporador.

15.2.3 Certifique-se de que a água flui através da mangueira de drenagem da unidade, sem fugas, e sai pela saída de drenagem.

15.2.4 Note que a mangueira de drenagem deve apontar para baixo, para um fluxo de drenagem mais fácil.

OBS: não instale o tudo de drenagem da forma abaixo.

15-3 Evaporadoras tipo parede hi-wall.

No caso das evaporadoras tipo hi-wall é necessário que a mangueira de dreno fique por baixo das tubulações de cobre para que tenha uma inclinação para escoar a água do dreno da evaporadora. Segue ilustração com os cuidados necessários para execução de drenagem neste equipamento (clique para ampliar).

Importante: para todas as situações acima é importante que se faça isolamento de 5 mm de espessura para as linhas de dreno, principalmente acima de forros, para evitar condensação. Leia outros tópicos do colunista.

*Otto Rezende é engenheiro eletricista formado pela Universidade de Taubaté (UNITAU-SP) e trabalha com sistemas de ar condicionado VRF.

Contato: ottorezende@ig.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Ideias sobre "Drenagem em sistemas VRF"