[ x ] Fechar

Dobra o número de edifícios verdes no Brasil em 2012

  • 21 de novembro de 2012
  • 1 Comentário

Dobra o número de edifícios verdes no Brasil em 2012A filial brasileira do Green Building Council (GBC) divulgou na terça-feira, dia 13, que o número de edifícios sustentáveis dobrou em relação ao ano passado. Até o início do mês de novembro a certificação Leed foi dada a 34 edifícios, enquanto em 2011 foram precisamente 17.

Aumenta indústria de edifícios verdes no país

De acordo com o GBC, o país passou para a quarta colocação no ranking internacional de empreendimentos Leed, o resultado marca o crescimento da indústria das construções verdes. Desde 2007, quando a organização veio ao Brasil, mais de 65 projetos tiveram a aprovação do selo. E mais 620 edifícios já foram registrados no sistema, com a finalidade de receberem o certificado.

São diversos tipos de projetos que podem ser certificados no Brasil. Desde novas construções ou projetos de renovação, unidades de saúde, escolas e edifícios comerciais entre outros. De acordo com a entidade, dos doze estádios da Copa do Mundo de 2014, dez estão registrados para conseguir a certificação. Atualmente o Brasil perde apenas para Estados Unidos, China e Emirados Árabes.

Dobra o número de edifícios verdes no Brasil em 2012Sobre o LEED

O selo, reconhecido mundialmente, é conferido para edifícios que possuem sistemas eficientes de redução de desperdícios, como uso racional da água, qualidade ambiental interno e uso de materiais ambientalmente corretos. Além disso, o conforto dos usuários também deve ser priorizado.

Tais categorias são divididas em pontos. Total são 110, sendo que o mínimo é 40. A partir da pontuação, o projeto pode ser classificado em quatro categorias: Básico, Gold, Silver e Platinum.

Dobra o número de edifícios verdes no Brasil em 2012Benefícios dos edifícios com o selo

Apesar de uma construção sustentável custar 5% a 7% mais do que o convencional, o gasto é recompensando por custos menores de operação. Enquanto o retorno do investimento de um edifício convencional é de cinco a dez anos, o de um edifício certificado pelo LEED é de três a cinco anos. Gastos com energia são em média 30% menores do que o convencional. Além disso, a redução de consumo de água aumenta para 50%, enquanto que o gerenciamento de resíduos chega a 90% e as emissões de gás carbônico (CO2) diminuem até 35%.

Requisitos necessários para receber o LEED

Sustainable Sites: Sustentabilidade da localização;
Water Efficiency: Eficiência no uso da água;
Energy & Atmosphere: Eficiência em consumo de energia e cuidados com as emissões de carbono e outras substâncias na atmosfera;
Materials & Resources: Otimização dos materiais e recursos naturais a serem utilizados na construção e administração da edificação;
Indoor Environmental Quality: Qualidade ambiental no interior da edificação;
Innovation In Design: Uso de novas tecnologias que melhorem o desempenho do edifício;
Regional Priority: Edificações que dão prioridade às necessidades ambientais regionais.

Fonte: GBC Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Ideia sobre "Dobra o número de edifícios verdes no Brasil em 2012"