[ x ] Fechar

Cubo entálpico é desenvolvido para a climatização de hospitais

  • 23 de outubro de 2012
  • Nenhum Comentário

Cubo entálpico é desenvolvido para a climatização de hospitaisApresentado na 17ª edição da Feira Internacional de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar (FEBRAVA), o cubo entálpico, equipamento que tem maior eficiência dentre ERVs – Ventilação e Recuperação de Energia, fez com que empresas dos segmentos hospitalar e farmacêutico desenvolvessem equipamentos de climatização que combatem os agentes contaminantes presentes no ar. O grande diferencial deste equipamento está na ausência de contaminação do recuperador.

Os sistemas de renovação de ar são importantes pois garantem não só a qualidade do ar interior, como também consideram as condições de temperatura e umidade do ar do empreendimento, assim como das áreas internas e externas, e o número de pessoas que estarão nos ambientes. Estes parâmetros que definem a vazão de ar necessária para a renovação adequada do ar.

Como funciona
Sendo assim, o aparelho de tratamento entálpico trabalha como um recuperador de energia por fluxo de ar cruzado, apresentando uma membrana, criada a partir da nanotecnologia, que possibilita apenas a passagem de moléculas de água em seu meio.

Essa tecnologia é produzida pela indústria Tosi a partir do produto ConsERV. Ele possibilita não só programar e controlar com grande precisão as partículas no ambiente, como também a temperatura e umidade. Assim, o equipamento utiliza o ar frio do ambiente fechado para diminuir a temperatura do ar quente de fora, economizando energia do resfriamento. O Recuperador Entálpico é muito utilizado em locais com temperatura alta para ajudar na troca de ar interno/externo.

Sobre a Indústria Tosi
A Indústrias Tosi é considerado um grupo pioneiro do mercado de Ar Condicionado e Climatização no Brasil, atuando no mercado desde 1954. Graças ao Conserv e outros produtos apresentados durante a Febrava 2011, a empresa recebeu seis selos de inovação por produtos apresentados na feira.

Fonte: Revista Infra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *