[ x ] Fechar

Crônica: Um lugar ao Sol (?)

  • 09 de agosto de 2011
  • Nenhum Comentário

A crônica abaixo foi escrita por Dani Daniela e retirada do site O Artigo.com. Com uma linguagem descontraída, o texto fala de aquecimento global, calor excessivo e do quanto a autora aprecia o uso do ar condicionado para se refrescar. Boa leitura!

 

” Frente a um aquecimento global desenfreado, a uma onda de calor insuportável e a temperaturas elevadíssimas, levantei a seguinte questão: quem é que ainda quer um lugar ao Sol? Não, porque sinceramente, nem sombra eu quero. Eu quero é uma sala com ar condicionado e uma água bem geladinha, pode ser? Lugar ao Sol é garantia de suor excessivo, de pizzas desconfortáveis, de povo grudento e fedido no ônibus. Pronto, falei!

Em tempos em que um dia fresquinho beira a 35ºC, quem é que não entra na loja de conveniência do posto de gasolina só aproveitar o ar condicionado? Quem é que não sai suando de um banho gelado? Ou então, quem é que não sente uma gotinha de suor escorrendo na dobrinha do joelho? Agora vem um ser iluminado e diz que quer um lugar ao Sol? Opa! Pode pegar o meu.

Pode até parecer frieza minha, se é que eu posso usar esse termo, mas a realidade é essa. Eu não quero o meu lugar ao Sol, a não ser que seja numa praia limpa ou numa piscina. Eu amo a natureza, o céu a água e o mar, mas por favor, não me deixe fritando no ponto de ônibus que eu mostro minha indignação com o astro rei.

Deve começar a fazer sentido pra vocês toda essa minha indignação e rebeldia, mas no fundo no fundo, deveria ser no mínimo preocupante. Se hoje as coisas estão assim, até quando vamos suportar? Quando é que essas mudanças vão parar? Ou até quando vai ser possível ver a luz do Sol?

Think! “

Gostou do texto? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *