[ x ] Fechar

Cresce consumo de splits no Brasil. Seria o fim do ar condicionado janela?

  • 08 de agosto de 2011
  • Nenhum Comentário

Ar condicionado já foi artigo de luxo, hoje é sinônimo de qualidade de vida e conforto térmico, seja nos dias quentes ou no inverno rigoroso. Estima-se que entre 15% e 18% das residências brasileiras tenham ar condicionado. Parece pouco, mas esse índice subiu nos últimos anos e a tendência é que ele aumente ainda mais. Os ar condicionados splits do tipo Hi-Wall devem liderar esse crescimento.

O barateamento dos splits somado à evolução dos seus sistemas são alguns dos motivos que fizeram esses aparelhos caírem no gosto dos brasileiros. No ano passado um ar condicionado split Hi-Wall custava em média R$800 reais. Atualmente, é possível encontrar o mesmo modelo com valor a partir de R$492 reais, mais barato que muitos modelos janela.

Compare preços de splits Hi-Wall

Vantagens do ar condicionado split:

– Baixo nível de ruído (a parte externa do ar condicionado – que faz barulho – fica do lado de fora da residência).
– Existem vários tipos de split, e a capacidade de alguns pode chegar a até 80.000 BTU
– Possui controle remoto permitindo operação à distância
– O buraco na parte necessário para sua instalação é bem menor. Como é dividido em duas unidades, a unidade externa (fica do lado de fora da casa ou apartamento) é unida com a interna por tubulações de cobre, um bem espaço pequeno na parede é aberto para passagem desses tubos.
– Esteticamente mais bonito. Há marcas investindo no design de split como mais um diferencial.

O fim dos modelos janela?

Devido à série de fatores apresentados acima, a tendência é que, no futuro, a venda dos modelos janela se estabilize e, em contrapartida, o consumo de splits aumente.

Tendência de migração do janela para o modelo split (clique na imagem para ampliá-la)

Gráfico: Samsung



Fontes: Abrava, Samsung e WebArcondicionado

E você? Já tem o seu split? Saiba o que é um ar condicionado split

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *