[ x ] Fechar

Conservação: a importância da climatização em museus e bibliotecas

  • 15 de junho de 2015
  • Nenhum Comentário

Conservação: a importância da climatização em museus e bibliotecasA climatização tem papel fundamental na conservação preventiva de acervos. Desde locais que comportam livros, documentos, objetos antigos, até museus onde são guardados materiais antigos mais valiosos ou obras de arte.

Por que a climatização é fundamental?
A umidade causa o desgaste de objetos antigos, principalmente os mais sensíveis, como páginas de livros e quadros pintados com tinta a óleo. E a variação da umidade pode também causar reações que danificam a tinta de escritos. Além disso a umidade favorece a proliferação de microrganismos que podem ajudar na deterioração dos acervos.

Conservação: a importância da climatização em museus e bibliotecasA variação da temperatura é outro fator que influencia muito e diretamente, alterando a forma e tamanho dos objetos. Isto é, a variação de temperatura e a umidade absoluta, nesse caso, são definidas como agentes físicos e podem resultar em mudanças significativas nas características das obras ou livros.

Temperaturas muito altas podem causar alterações nas cores, por conta da aceleração dos processos químicos. E em temperaturas muito baixas, o ar irá suportar menos a quantidade de água, formando gotículas capazes de danificar as obras.

Climatização e conservação preventiva de acervos
O ar-condicionado ajudará a regular a qualidade do ar interior, controlando a temperatura, a umidade, e consequentemente a limpeza do local. Mas antes da instalação do sistema de climatização em um acervo, é preciso realizar um estudo detalhado da infraestrutura dos ambientes e só após isso, planejar como será a instalação dos aparelhos de ar condicionado.

Como esses locais são geralmente abertos, é necessário também criar uma barreira de isolamento térmico e também de impurezas e insetos, com a instalação de cortinas de ar, que ajudam a controlar o clima.

Conservação: a importância da climatização em museus e bibliotecasTemperaturas ideais
Para que os acervos não sofram variações na temperatura e na umidade, o sistema de climatização dos ambientes devem permanecer ligados 24 horas por dia, inclusive quando o local estiver fechado para visitação.  A temperatura aconselhada é entre 20ºC e 23ºC, com a umidade relativa controlada entre 50% e 60%.

Outros procedimentos que podem diminuir os danos aos objetos
– Não expor os objetos próximo a correntes de ar, portas e janelas, plantas ornamentais e velas;
– Deixar o mobiliário afastado das paredes permitindo a circulação do ar;
– Proibir a entrada de um grande número de pessoas no mesmo ambiente e a presença de visitantes com roupas e calçados molhados para evitar a alteração nas condições climáticas do local;
– Limpar o local apenas com aspirador de pó, sem vassouras ou panos úmidos;
– Inspecionar periodicamente todos os espaços, para verificar as condições das paredes e telhados, evitando assim a entrada de umidade por goteiras ou infiltrações;
– Proibir a entrada de pessoas fumando ou com alimentos e bebidas.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *