[ x ] Fechar

Conheça os Distritos Térmicos que começaram a ser construídos em Medellin

  • 21 de outubro de 2016
  • Nenhum Comentário

Conheça os Distritos Térmicos que começaram a ser construídos em MedellinMedellin, a segunda maior cidade da Colômbia, tem trabalhado muito nos últimos anos para se tornar modelo de desenvolvimento urbano sustentável. Em março deste ano a cidade recebeu o prêmio internacional mais importante de urbanismo e desenvolvimento do mundo, o Lee Kuan Yew World City Prize.

Um dos motivos que levaram Medellin a se tornar uma cidade do futuro, foi a implantação dos Distritos Térmicos, projeto que irá contribuir para que a Colômbia cumpra com os compromissos do Protocolo de Montreal.

A Região da Zona Administrativa e de Negócios, o bairro La Alpujarras, é a primeira a receber obras para se transformar em um Distrito Térmico. Com esse novo sistema implantado, os edifícios da Câmara Municipal, do Governo de Antioquia, da Assembleia Departamental, da Região Metropolitana, da Direção Nacional de Impostos, da Alfândega (DIAN) e da nova sede da UNE, serão os primeiros a eliminarem seus sistemas de climatização individuais.

O que é um Distrito Térmico?

Uma rede de distribuição de energia urbana, que produz água gelada a partir de uma planta central, e que por dutos subterrâneos, também fornece ar condicionado para todos os prédios da região. O sistema pode usar várias fontes de energia renováveis, trazendo diversos benefícios ambientais.

Os Distritos Térmicos de Medellin pretendem eliminar 100% o uso de substâncias que destroem a Camada de Ozônio, com um sistema que reutiliza o calor residual e reduz as emissões de CO2. Uma solução sustentável que resultará na qualidade de vida da comunidade e proteção do Planeta.

Conheça os Distritos Térmicos que começaram a ser construídos em MedellinComo funciona o sistema

A água gelada será produzida a partir de uma planta central e será distribuída para os edifícios através de dutos subterrâneos. Um gerador turbo fornecerá eletricidade para a operação dos equipamentos da planta, incluindo as bombas, as torres de refrigeração, e os sistemas de monitoramento e controle.

O sistema fará uso racional e eficiente da energia, utilizando combustíveis que não poluem o meio ambiente. Ele será responsável pela redução de 30% das emissões de gases de efeito estufa e 31% do consumo de energia.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *