[ x ] Fechar

Colunista: Otto Rezende, engenheiro eletricista

  • 26 de janeiro de 2012
  • 2 Comentários

O engenheiro eletricista, Otto Rezende, é o novo colunista do portal Web ArCondicionado. Ele atua na área de climatização há muitos anos e compartilhará todo o seu conhecimento com os leitores do site, principalmente sua experiência com instalações de sistemas VRF (Volume de Refrigerante Variável). Nesse primeiro post você saberá um pouco mais sobre a trajetória do engenheiro e os assuntos que ele abordará posteriormente aqui na coluna.

VRF

Instalações com de sistemas de Volume de Refrigerante Variável – VRF contribuem para o bom desempenho dos sistemas de climatização divididos, aqueles que possuem unidades evaporadoras e unidades condensadoras separadas, devemos obedecer a critérios rígidos na montagem das tubulações de cobre, vácuo e carga de gás refrigerante etc. Com este objetivo abordarei alguns temas que ajudarão os profissionais de ar condicionado a atenderem as exigências mínimas de uma instalação de sistemas de VRF.

Próximos itens a serem abordados:

01-Considerações iniciais
02-Objetivos
03-Armazenamento de materiais
04-ferramental necessário
05-tipos de evaporadoras
06-tipos de condensadoras
07-soldas de tubos de cobre
08-isolamento da tubulação de cobre
09-tipo de conexão de distribuição para evaporadoras (Heard e Branch).
10-vácuo
11-carga de refrigerante
12-ligações elétricas nas condensadoras e evaporadoras
13-comunicação entre condensadoras e evaporadoras
14-tipo de controle para evaporadoras
15-drenagem
16-distancia máxima entre condensadora e evaporadoras
17-desnível maximo entre condensador e evaporador
18-distância mínima entre Branch
19-distância máxima dos Branch para evaporadoras
20-metragem máxima de todos os trechos da tubulação
21-espaço mínimo entre condensadoras para montagem.
22-equalização entre condensadores
23-montagem de condensador mestre e escravos
24-dimensionamento da tubulação
25-partida do equipamento

Saiba mais sobre Otto Rezende.

Sou engenheiro eletricista formado pela Universidade de Taubaté (UNITAU-SP). Iniciei minha carreira na Montreal Engenharia, no setor de planejamento.Comecei a trabalhar com sistemas de ar condicionado na Climatec Engenharia, onde fui convidado para ser engenheiro residente na área de manutenção de ar condicionado na Cosipa-SP. Nesta empresa havia uma gama muito grande de equipamentos de diversos modelos e com grande variedade de tipos de gases refrigerantes. Como as instalações estavam muito deterioradas, o aprendizado em sistemas de ar condicionado foi muito rápido. Trabalhei como gerente de manutenção na Enthal Engenharia por mais dois anos em São Paulo, depois abri a Ottima de V.R Ar Condicionado Ltda, onde presto serviços de supervisão e acompanhamento de instalações. E estou há 17 anos prestando serviços para a Servtec Instalações e Manutenção.

Otto é também o idealizador da Eco Cambota.

Contato: ottorezende@ig.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Ideias sobre "Colunista: Otto Rezende, engenheiro eletricista"