[ x ] Fechar

Cirurgias infantis são canceladas devido à falta de ar-condicionado

  • 21 de janeiro de 2013
  • Nenhum Comentário

Sala Cirurgica Hospital Municipal JesusFalhas no sistema de climatização nas salas de cirurgia do Hospital Municipal Jesus, do Rio de Janeiro, levaram a administração a cancelar algumas operações. Há mais de um mês de 10 a 15 cirurgias são canceladas por dia, graças aos problemas encontrados nos condicionadores de ar.

A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Médicos através do Movimento dos Médicos e Dentistas Estatuários. O centro cirúrgico do hospital foi afetado pela pane apresentada no sistema central, dificultando o trabalho da equipe médica. O presidente do sindicato, Jorge Darze, explica que a situação está “caótica”, e reforça as conseqüências do adiamento das intervenções: “Os médicos da unidade temem a possibilidade do quadro de saúde de muitas crianças que necessitam ser operadas se agravar”.

Serviço de referência

Tomógrafo Hospital Municipal JesusDesde o dia 21 de novembro os aparelhos de climatização vinham funcionando de maneira precária, até que no dia 10 de dezembro pararam de funcionar definitivamente. Antes disso, 400 cirurgias de média e alta complexidade todos os meses eram realizadas pelo hospital, o que fazia do serviço prestado referência na área pediátrica da zona norte carioca.

Sem consultas e cirurgias

De acordo com a reportagem do jornal Último Segundo, pais de pacientes têm relatado que as cirurgias vêm sendo desmarcadas sem nenhuma explicação. Além disso, muitos não conseguem sequer marcar consultas.

Como o caso de Simone Rodrigues: moradora de Santa Cruz, localizada na zona oeste, não consegue marcar uma cirurgia de correção dos testículos do filho, que possui paralisia cerebral. Ela explica que não consegue marcar consultas, pois o sistema está sempre fora do ar: “Ele sente fortes dores e precisava operar logo”, adverte.

Consultas canceladasO que diz o Hospital

A direção do Hospital Municipal Jesus divulgou em nota que o conserto do ar condicionado central foi solicitado logo que o defeito surgiu. Enquanto isso, os procedimentos cirúrgicos de menor porte estão sendo mantidos no próprio hospital.

Apesar da queixa quanto às consultas e cirurgias adiadas e canceladas, o hospital afirma que nada disso ocorreu. A previsão era de que nesta semana o sistema de climatização voltasse a funcionar. Até lá, os pacientes devem continuar sendo transferidos para outros hospitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *