Você sabe o que é a Certificação LEED? O LEED é um certificado aplicado em mais de 160 países que garante que um prédio possui características sustentáveis. O objetivo dele é incentivar a construção de edificações com pouco impacto ambiental. A sigla quer dizer Leadership in Energy and Environmental Design, algo como Liderança em Projetos de Energia e Meio-ambiente. O certificado foi instituído pela USGBC (United States Green Building Council), que é o órgão que regula os candidatos ao selo.

Pré-requisitos para obter a certificação LEED

Os critérios para as obras que desejam obter o certificado são bem rigorosos. Por aqui a avaliação é feita pelo GBC Brasil, e são levados em conta parâmetros diferentes daqueles considerados nos Estados Unidos. Ainda assim, antes mesmo de ser avaliado, o projeto precisa passar nos pré-requisitos de registro.

A obra deve ser registrada junto ao GBC Brasil, e tem que atender a todos os pré-requisitos da inscrição. Só a partir daí é que o projeto vai começar a ser avaliado. Porém, o LEED não considera apenas os impactos ecológicos mas também a viabilidade econômica e a razão social da construção. Ou seja, se a construção vai ser lucrativa e girar capital, e se é realmente uma construção necessária para a sociedade.

Como é certificado o LEED?

O site da GBC Brasil disponibiliza um PDF gratuito explicando de forma bem simples e didática como funciona a certificação do LEED. Para começar, o projeto deve se encaixar em uma das 4 tipologias de avaliação:

BD+C (Building Design + Construction)
São as novas construções e/ou grandes reformas.

ID+C (Interior Design + Construction)
São os escritórios comerciais e lojas de varejo.

O+M (Operation + Maintenance)
São os empreendimentos já existentes.

ND (Neighborhood)
São os projetos de bairros.

A partir daí, cada uma das 4 tipologias irá avaliar 8 áreas do projeto:

– Localização e Transporte
– Espaço Sustentável
– Eficiência do Uso da Água
– Energia e Atmosfera
– Materiais e Recursos
– Qualidade Ambiental Interna
– Inovação e Processos
– Créditos de Prioridade Regional

Cada uma dessas áreas possui pré-requisitos próprios e créditos, que são ações que o programa do LEED sugere que o projeto tome em relação àquela área específica.

O sistema de pontuação e os selos do LEED

A certificação LEED é dada em pontos, que vão de 0 a 110. Esses pontos são contabilizados conforme o projeto vai aplicando os créditos sugeridos pelos parâmetros do LEED. Dentro de cada tipologia, é possível obter quatro selos, são eles:

Certificação – de 40 a 49 pontos
Prata – de 50 a 59 pontos
Ouro – de 60 a 79 pontos
Platina – acima de 80 pontos   

Quais os objetivos do LEED?

Segundo a própria GBC Brasil, a LEED procura certificar projetos que atendam parâmetros ecológicos como: uso racional e redução da extração dos recursos naturais, redução do consumo de água e energia, implantação consciente e ordenada, mitigação dos efeitos das mudanças climáticas, uso de materiais e tecnologias de baixo impacto ambiental, redução, tratamento e reuso dos resíduos da construção e operação.

Os dados da GBC Brasil dizem que os projetos certificados pelo LEED reduzem em média 40% do consumo de água, 30% do consumo de energia elétrica, emitem 35% menos de CO2 e produzem 65% menos resíduos.

Parâmetros sociais como: melhora na segurança e priorização da saúde dos trabalhadores e ocupantes, inclusão social e aumento do senso de comunidade, capacitação profissional, conscientização de trabalhadores e usuários, aumento da produtividade do funcionário, melhora na recuperação de pacientes (em Hospitais); melhora no desempenho de alunos (em Escolas); aumento no ímpeto de compra de consumidores (em Comércios), incentivo a fornecedores com maiores responsabilidades socioambientais, aumento da satisfação e bem estar dos usuários, estímulo a políticas públicas de fomento a construção sustentável.

E parâmetros econômicos como: diminuição dos custos operacionais, diminuição dos riscos regulatórios, valorização do imóvel para revenda ou arrendamento, aumento na velocidade de ocupação, aumento da retenção, modernização e menor obsolescência da edificação.

Edifícios certificados com LEED no Brasil

edificios-leed

O Edifício Vera Cruz II (esq.) e o FL 4440 (dir.), ambos na zona de Nova Faria Lima, São Paulo, são exemplos de prédios certificados pelo programa LEED.

 

edificio-JK1455

O JK 1455, também em São Paulo, foi o primeiro prédio com o selo Ouro do Brasil, em novembro de 2012.

 

Edifícios-sustentáveis-no-Brasil-

A Fábrica da Coca-Cola em Fazenda Rio Grande, no Paraná, foi o primeiro complexo industrial a conseguir o Certificado LEED na tipologia BD+C, como nova construção.

 

Redação do Portal WebArCondicionado.