[ x ] Fechar

Ceará é o primeiro estado a regulamentar instalação e manutenção de splits

  • 17 de maio de 2013
  • 8 Comentários

Ceará é o primeiro estado a regulamentar instalação e manutenção de splitsDesde abril, o estado do Ceará conta com novas medidas para quem trabalha no setor de climatização. Diferente dos outros estados, os profissionais de manutenção e instalação de ar condicionado devem emitir um documento de ART (Anotação de Responsabilidade técnica) para serviços de manutenção e instalação de splits, independente da carga térmica. A deliberação foi sancionada pelo CREA-CE, após análise do tema na Câmara Especializada do órgão, que achou por bem estender a todos os modelos tipo split. O Sindicato do Comércio, Serviços e Projetos em Refrigeração do Ceará (Sindiar), juntamente com empresas do setor, também participou da discussão da pauta.

O novo processo visa normatizar a profissão e proteger o consumidor, tornando o estado do Ceará o primeiro a ampliar a regulamentação para todos os níveis da climatização, exceto nos equipamentos janela. A legislação vigente nos demais estados aplica-se somente para locais que ultrapassam carga térmica de 60 mil BTUs. As entidades relacionadas defendem que a segurança e legalidade da prática devem estar presentes em todos os casos. A prática de climatização envolve aspectos técnicos, que exigem responsabilidades como, por exemplo, manuseio de fluidos refrigerantes e sistemas elétricos.

O que muda
Em entrevista ao Portal WebArCondicionado, o presidente do Sindiar, Newton Victor da Silva Filho, explicou que as normas do segmento já existem há mais de 15 anos. Entretanto, elas só atendiam casos onde era ultrapassada a carga térmica de 60 mil BTUs. As novas resoluções ampliam o processo para toda a cadeia profissional de HVAC em sistemas split, independente da potência.

Por que mudou?
Ceará é o primeiro estado a regulamentar instalação e manutenção de splitsCom a expansão dos sistemas de ar condicionado, especialmente do tipo split, o mercado de profissionais também cresceu. Consequentemente, pela facilidade de manuseio destes sistemas e demanda muitas pessoas que não tinham qualificações acabavam realizando serviços. Em muitos casos, o consumidor estava exposto a procedimentos sem garantia e conhecimento técnico. Por isso, após análises dos órgãos, foi implementada a regulamentação dos procedimentos, pontuou Newton Victor.

Como vai funcionar
Os profissionais e/ou empresas do ramo devem se cadastrar junto ao CREA-CE, dando entrada ao Termo de Compromisso para ART Múltipla Mensal. Em seguida, o credenciado deverá especificar quais atividades serão exercidas (manutenção ou instalação), para então registrar quem irá executar o procedimento.

Newton Victor ainda informou que os valores são relativos ao tipo de serviço prestado. Por exemplo, para uma ART de até 8 mil BTUs o custo fica em torno de R$40,00. Para cadastro online ou mais informações acesse o site do CREA-CE.

Tendências
O presidente do Sindiar acredita que este conjunto de ações pode ser tendência no nos outros estados. Segundo ele, o tema da regulamentação da profissão adotado no Ceará é um assunto que já vem sendo discutido em um viés nacional. Entretanto, as entidades do segmento atuam separadamente por estados. Cabe a cada órgão representante avaliar se irá deliberar o mesmo tipo de ação ou não.

Por outro lado, ele ainda afirma que o processo leva um determinado tempo para a efetivação completa. Junto com os profissionais do setor, a população aos poucos vai sendo sensibilizada sobre os efeitos que estas mudanças representam para o funcionamento do sistema de climatização como um todo.Fortaleza - CE (créd. Alex Uchoa)

Texto criado exclusivamente pelo setor de jornalismo do portal
WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

8 Ideias sobre "Ceará é o primeiro estado a regulamentar instalação e manutenção de splits"

  • É de suma importancia essa regulamentacão, mas falta mais. É preciso que os orgãos do governo, ou até mesmo os fabricantes facam uma campanha ou uma simples divulgacão nos orgãos de comunicacoes, para conscientizar a populacão da necessidade de profissionais qualificados quando se tratar de instalacão de ar condicionsdo em sua edificacão. Os fabricantes gastam tubos de dinheiro com palestras, cursos relampagos e lancamentos de novos aparelhos dando a entender que para eles so interessa vender! Muito fácil, vende o produto o cliente paga caro, daí dar para um picareta instalar, o equipamento não funciona, queima, etc, e o prejuizo?

  • Nossa classe empreendedora deveria impor essa regra aqui no estado de SP, onde ja se viuuuu instalar um ar 12.000 btus por R$ 100.00.
    Sou a favor dessa nova regra…..
    Pois pagamos impostos e salarios para funcionarios, para que serventes , pedreiros, eletricistas, pintores até mesmo gari…nada contra mas axo que cada um na sua……um cliente que abre sua porta para qualquer um instalar seu equipamento, depois eles entra nos sites ou até mesmo no procon contra o fabricante…………

  • SOU FORMADO PELO SENAI, E E BOM QUE ISTO ACONTECA, POIS ATE OS MEXERISO, E LAMBELAMBE DE ASSISTENCIAS TECNICAS, QUE FAZEM A MAIOR PORCARIA AQUI EM MANAUS, APRENDAM REALMENTE TRABALHAR.
    FORA AS QUE CONTRATAM PESSOAS DESQUALIFICADAS E MANDA PRA CASA DOS CLIENTES. TENHO MIHA EMPRESA PEQUENA HUMILDE E GANHANDO AOS POUCO MEUS CLIENTES.
    PARABENS A TODOS.

  • Eu já atendo a essa norma, no entanto como não é obrigatório, tem muito aventureiro na area, quem sabe se SP adotar essa obrigatoriedade esses aventureiros de verão se adequa ou procura outra area para se aventurar.

  • Sou Cearense natural da cidade de Nova-Russas, resido atualmente na cidade de São Gonçalo Rio de Janeiro. Sou refrigerista e técnico em eletrotécnica. Estou muito feliz por esta decisão tomada pelos meus conterâneos. Hoje em dia não se tem mais profissionais competente, aqui no Rio de Janeiro e cidades que conheço como São Paulo, Brasilia Minas Gerais, as instalações e manutenção de SPLITs é uma verdadeira esculhambação. Os mexancicos e os fosonicos, fazem trabalhos de pecima qualidade, totalmente fora das normas técnicas, e normas dos fabricantes. Não existe respeito, profissionalismo, estes verdadeiros desordeiros ainda atrapalha os bons profissionais. è necessario uma providência das autoridades. Credenciar ao CREA e necessario uma reciclagem com muito rigor. O cara tem que encarar uma escola técnica de responsabilidade. Com professores rigorosos e proficionais. Ar condicionado é coisa seria, se lida com conforto e saúde das pessoas. Um grande Abraço a todos.

    • Muito boa , esta pratica .Especialmente para nos profissionais especializados e que temos esta pratica ja implantada em nossas empresas .Finalmente iremos separar o joio do trigo .
      que esta preparado fica e quem nao esta tera que se adequar
      e trabalhar conforme as normas .

      • eu tenho uma pequena empresa de refrigeraçaõ de ar condicionado nos pagamos nossos emposto funcionario todos registrado e o nosso serviço naõ tem mais valor no mercado hoje em dia pedreiro pindurador ar eletricista pindurador ar naõ tecnico de ar condicionado saõ pindurador de ar condicionado eu acho que cada um na tua profissaõ