[ x ] Fechar

Brasil pode superar EUA no uso de ar condicionado, diz estudo norteamericano

  • 11 de abril de 2014
  • Nenhum Comentário

Brasil pode superar EUA no uso de ar condicionado, diz estudo norteamericano.Os Estados Unidos é o país que mais utiliza ar condicionado no mundo, em torno de 87% das suas residências possuem pelo menos um aparelho, consumindo com o equipamento em torno de 185 milhões de megawatts/hora de energia por ano.

Porém, uma pesquisa realizada pelo professor Michael Sivak, da Universidade de Michigan, diz que oito (Índia, China, Indonésia, Nigéria, Paquistão, Bangladesch, Brasil e Filipinas) dos 170 países estudados, têm potencial para ultrapassar estes números até 2100. Entre eles, o Brasil, que consumiria uma vez e meia o que os americanos gastam de energia por ano com o ar condicionado. A Indonésia consumiria 3 vezes mais, a China 5 e a Índia pode chegar a consumir até 14 vezes mais que os americanos. Sivak usou as previsões de elevação de renda da população e aquecimento global para apontar o aumento no uso dos aparelhos.

Apenas a cidade de Mumbai, na Índia, é capaz de gerar uma demanda equivalente a um quarto do consumo americano de um ano, por conta de dois fatores: sua população consideravelmente grande e o clima quente. As temperaturas da Terra estão aumentando cada vez mais e esses dois fatores juntos poderão aumentar o consumo de ar condicionado. Isso fará com que os fabricantes vendam mais e assim, mais energia será direcionada a alimentar esses compressores.

Fontes de energia elétrica
Existem várias fontes para obtenção da energia elétrica. Entre elas o sol, o vento, as águas, a geotermia, as marés, as correntes marinhas, a nuclear, a lenha, o bagaço da cana, o carvão, o gás natural, óleo diesel e outros. A maior parte da energia do Brasil vem de fontes limpas, como as hidrelétricas, porém no resto do mundo não funciona assim. Na China, por exemplo, quase toda a sua energia é gerada a partir do carvão, fonte que mais contribui para as mudanças climáticas.

O estudo não considera alguns fatores
Professor Michael Sivak, da Universidade de MichiganO levantamento considera apenas o aumento de dias quentes, mas não analisa se também aumentarão os dias frios, que reduzem a necessidade de ar condicionado ligado. Ele também não contou com possíveis ganhos com projetos de arquitetura inteligente, como sistemas naturais de climatização ou modelos mais modernos e econômicos. Para Sivak, uma forma de diminuir este aumento na demanda é o desenvolvimento de aparelhos mais econômicos e que possuam a mesma qualidade.

ItaipuOs impactos causados pela energia elétrica, quase não são percebidos, pois as transformações ambientais ocorrem antes que a energia chegue até nós. Mas de qualquer forma, os números dessa pesquisa nos alertam para os riscos do grande aumento no consumo de energia. Se as previsões do professor de Michigan se concretizarem, o Brasil precisará de três Itaipus só para ligar os aparelhos ar condicionado contidos no País.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *