daikin-ar-condicionado-sensor-trabalho

A Daikin criou uma tecnologia que possibilita que os aparelhos de ar condicionado coletem dados sobre os movimentos dos funcionários em seus ambientes de trabalho. O objetivo é iniciar um novo serviço que oriente os clientes sobre como melhorar esses locais.

Para isso, um sensor instalado nos condicionadores de ar da fabricante irá coletar dados sobre as atividades nos ambientes, incluindo iluminação e níveis de ruído. O sensor pode medir a forma como os funcionários se deslocam pelos escritórios e a rapidez que eles caminham. As informações serão usadas para monitorar a saúde dos funcionários e para melhorar a segurança no local onde o sensor é instalado.

Os dados sobre os níveis de atividade serão utilizados para verificar pessoas com sinais de má saúde mental ou física e para criar melhores condições de conforto, por exemplo. Já os dados sobre a iluminação e o nível de ruído podem ajudar a empresa a apresentar propostas para aprimorar a estrutura local.

Como o sensor opera através de uma fonte de energia independente, a borda da unidade interna do ar condicionado é o local perfeito para instalar o dispositivo, de acordo com a fabricante.

Alta tecnologia em combinação à climatização

O serviço projetado pela Daikin é um dos exemplos mais recentes de fabricantes que procuram comercializar informações através do Big Data – a famosa tecnologia de grande volume de dados. Desse modo, as informações capturadas pelo sensor do ar-condicionado serão reunidas, armazenadas e processadas em um sistema de computação em nuvem gerenciado pela empresa.

Segundo o jornal Nikkei Asian Review, a Daikin espera trabalhar com cerca de 10 empresas parceiras, incluindo fabricantes de móveis de escritório, empresas de segurança e especialistas em tecnologia da informação para desenvolver o serviço de consultoria. Assim, a marca japonesa receberia taxas de parceiros pelo uso de seus dados.

Mais detalhes do negócio devem ser divulgados até o final de 2018 para que os testes sejam iniciados e o serviço passe a ser comercializado. Por enquanto as vendas serão exclusivas no Japão, mas fique ligado pois quando isso chegar ao Brasil o WebAr irá informar tudo aqui no nosso blog.

O que você achou dessa ideia? Dê sua opinião deixando um comentário.

Leia também: Acarômetro – Tecnologia analisa qualidade do ar condicionado em veículos

Redação do Portal WebArCondicionado