[ x ] Fechar

Automação residencial

  • 01 de fevereiro de 2013
  • 5 Comentários

Automação residencialJá imaginou poder controlar a televisão, banheira, alarme, geladeira, luzes, piscina e até ar condicionado através do seu smartphone? Hoje, com a automação residencial, é possível programar e monitorar qualquer aparelho eletrônico de sua casa por meio de um dispositivo móvel ou via internet.

Antes visto como um artigo de luxo, a automação dos lares se tornou mais barata e melhor, atraindo quem considerava o sistema inalcançável. E além de proporcionar conforto e praticidade, a função garante maior segurança, valorização do imóvel e também economia de energia. Para se ter uma idéia, nos Estados Unidos o mercado de automação lucrou US$ 10,5 bilhões, sendo que a previsão para 2015 é de US$ 20 bilhões.

Contralar funções do ar condicionadoDe olho na climatização

A automação do sistema de climatização é feita por um sistema central, conectado junto a cada unidade evaporadora e condensadora da casa. Desse modo é possível otimizar a operação de cada ar condicionado, adequando a produção de frio ou calor nas unidades condensadoras e sua distribuição para diversos locais, gerando maior eficiência energética.

Através da automação residencial é possível operar o ar condicionado a qualquer distância.  Assim, seu celular se torna um controle remoto, podendo controlar a temperatura, estabelecer horários de funcionamento do aparelho e outras funções.

Muitas empresas que realizam a automação de aparelhos oferecem serviços tanto para modelo Janela e Split Hi-Wall. Com a inclusão de um termostato, é possível monitorar o desempenho do aparelho e prever possíveis falhas, possibilitando, por exemplo, detectar o princípio de incêndio no aparelho e interromper o funcionamento.

Requerimentos

RequerimentosDe olho nas tendências do mercado, a maioria das empresas de automação trabalha com os dispositivos móveis. A lista conta com iPhone, iPod Touch, iPad e demais aparelhos baseados no sistema Android e iOS. Por computadores e notebooks é possível gerenciar o sistema de automação através do Windows Vista e 7 e MAC OS. Os equipamentos podem ser controlados através da rede local (LAN), a mesma forma de acessar Wi-Fi ou de qualquer lugar do mundo acessando a internet pelo seu aparelho móvel (WAN).

Além disso, não há limites de cargas automatizadas na sua residência. Isso deve ao fato de cada aparelho possuir seu próprio circuito de potência corretamente dimensionado durante a fase a de concepção do projeto. Portanto, seria exatamente como se não fossem integrados ao sistema de automação.

Automação brasileira

De acordo com a Organização das Nações Unidas, o Brasil é o 13º país do muno em número de assinantes de banda larga. O que proporciona maior capacidade e velocidade de transmissão, facilitando a transferência de dados e favorece o número de casas conectadas.

Aproximadamente 300 mil residências brasileiras já possuem algum tipo de automação, segundo a Associação Brasileira de Automação Residencial, seja por controle remote, voz, gestos, smartphone ou tablet. Entretanto essa participação é mínima perto do total de domicílios no país, que superam os 60 milhões.  A tendência é que em 2015, o número de automações residenciais chegue a 1,5 milhões.

Custos

Para calcular o valor a ser investido em automação, é necessário calcular em média 5% do valor do imóvel. Assim, um sistema mais básico para residências pode variar de R$ 2 mil até 50 mil, dependendo do porte do móvel e do número de equipamentos a serem integrados. Em construções que o sistema já está integrado, os custos de instalação serão menores. Há cinco anos, o valor do sistema era pelo menos 50% maior.

Texto criado exclusivamente pelo setor de jornalismo do portal
WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Ideias sobre "Automação residencial"