[ x ] Fechar

Argamassa para climatização sustentável está sendo testada em Portugal

  • 11 de julho de 2014
  • Nenhum Comentário

Argamassa para climatização sustentável está sendo testada em PortugalUma equipe do Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho, de Braga, em Portugal, está desenvolvendo um revestimento para tetos e paredes capaz de refrigerar ou aquecer a temperatura de residências e escritórios.

Trata-se de um projeto sustentável, que ajudará a diminuir as contas de luz e ainda geram um maior conforto térmico.

Funciona da seguinte forma: são aplicadas microcápsulas termicamente ativas na superfície das argamassas usadas nas construções. O concreto formado de composto de gesso, cal, cimento, areia, água e as cápsulas de PCM é colocado nas paredes e nos tetos servindo como um climatizador natural. Ele passa da fase líquida para sólida e vice-versa, deixando a temperatura do ambiente entre 20ºC e 25ºC.

Além de diminuir o valor da conta de luz, este projeto tem como objetivo também, minimizar o consumo de dióxido de carbono.

A equipe de pesquisadores da Universidade garante que a ideia é exclusiva e diz não saber de outro projeto semelhante em todo o mundo. E segundo o professor José Barroso de Aguiar, membro da equipe, “esta será uma prática muito utilizada nos próximos dez anos”.

Quem está trabalhando no projeto
A iniciativa, que foi denominada “Contribuição de Argamassas Térmicas Ativas para Eficiência Enérgica dos Edifícios”, tem apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e conta com a participação de investigadores das universidades do Minho (que é a fomentadora da ideia), da Aveiro e Coimbra. Além das empresas parceiras, Secil Martingança e Sival (empresas ligadas ao ramo das argamassas).

Quem representa o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho, é o seu centro de Território Ambiente e Construção (C-TAC), através dos professores José Barroso de Aguiar, Manuela Almeida, Luís Bragança, Miguel Ferreira, Sandra Silva e a pesquisadora Sandra Cunha.

Leia também: Sistema Capote: isolamento térmico em foco

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *