[ x ] Fechar

Ar-condicionado x Rinite: Quais os problemas que essa combinação pode causar

  • 17 de outubro de 2016
  • Nenhum Comentário

Rinite x Ar CondicionadoSegundo os médicos otorrinolaringologistas, nenhum! O problema não é o ar-condicionado e sim a falta de higienização dele e a forma como é utilizado. Portanto, é mito que o alérgico não pode usar ar-condicionado, inclusive uma das funções dele é absorver e filtrar as impurezas do ambiente.

O que os médicos recomendam é que pessoas sensíveis a variações de temperatura, para evitar espirros, rouquidão e dor de garganta, mantenham sempre uma temperatura moderada, jamais abaixo de 22ºC. Além disso, é indicado, principalmente no local de trabalho, cobrir o pescoço com um lenço ou outro acessório.

Para os alérgicos, o ar-condicionado ainda é melhor do que o ventilador, porque além de filtrar o ar ele estabiliza a temperatura e reduz a umidade. E se o ressecamento que ele causa no ar for um problema, isso se resolve com um umidificador de ar, ou até mesmo uma toalha molhada.

O ar condicionado do carro

Todo mundo gosta de viajar confortavelmente e com a temperatura agradável no carro, inclusive os alérgicos.  Mas esses acabam sofrendo por problemas de olhos irritados, ou excesso de espirro logo que entram no automóvel com o ar condicionado ligado.

Porém, mais uma vez vamos lembrar, a causa desses sintomas, assim como nos aparelhos de ar condicionado de casa ou do trabalho, está relacionada a falta de limpeza e manutenção do equipamento.

É muito comum as pessoas lavarem apenas as partes visíveis dos carros, esquecendo do sistema de ar, onde fica a umidade, a verdadeira responsável pelas crises alérgicas. Por isso a nossa dica é: quando levar seu carro para lavar, peça também a limpeza do sistema de ar condicionado.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *