[ x ] Fechar

Ar-condicionado: cuidados especiais para usuário de lente de contato

  • 23 de abril de 2015
  • Nenhum Comentário

Apesar de o ar-condicionado trazer inúmeras vantagens, ainda assim alguns cuidados devem ser levados em consideração para os usuários de lentes de contato. O que muitas pessoas reclamam é que em ambientes com ar-condicionado o olho fica ressecado, provocando uma sensação de desconforto e irritação nas lentes, podendo causar até mesmo coceiras e dores que podem continuar a incomodar mesmo após a permanência no local.

Isso acontece devido à climatização do ambiente, que muitas vezes provoca uma diminuição substancial na umidade relativa do ar no local e isso por consequência faz com que aumente o coeficiente de evaporação da lágrima nos olhos e uma maior secura das mucosas do trato respiratório, atingindo o material inserido nos olhos.

Dicas
Portanto, é importante que se perceba isso e que algumas providências sejam tomadas. É normal que a percepção da presença da lente seja maior caso o filme lacrimal da córnea esteja mais baixo. Algumas alternativas para amenizar ou para resolver esta dificuldade são:

– Colocar uma toalha encharcada de água dentro de uma bacia pequena no ambiente onde o ar está sendo utilizado. Isso aumenta a umidade relativa do ar e devolve um pouco de conforto a quem estiver neste local.

– Lavar o rosto com maior freqüência ajuda, pois a umidade no rosto e especialmente em cima das pálpebras fechadas ajuda a proporcionar uma melhor lubrificação dos olhos.

– Utilizar um colírio lubrificante indicado pelo seu oftalmologista. É importante que o paciente discuta com o médico sobre alternativas em lubrificantes com menor conteúdo de conservantes caso a pessoa faça uso crônico de colírio lubrificante devido a toxicidade dos conservantes.

– Lavar as lentes com soro fisiológico: O soro pode ser utilizado desde que se observe que depois de aberto sua validade (produto estéril) é de 24 horas fora da geladeira e que devidamente acondicionado com cuidado dentro da geladeira pode durar até uma semana. Utilize frascos pequenos de preferência e jamais toque o bico do soro para não contaminá-lo.

– No carro, procure abrir uma pequena fresta da janela para que um pouco de ar com unidade entre sem que isso represente perda de temperatura interna do veículo.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *