[ x ] Fechar

A climatização no armazenamento de sementes

  • 25 de agosto de 2015
  • Nenhum Comentário

A climatização no armazenamento de sementesO armazenamento de sementes deve ser feito assim que elas alcançarem o ponto de maturação fisiológica, quando elas começam a perder, gradualmente, sua vitalidade, pois o teor de água quando elas atingem esse ponto é muito alto para que a colheita e debulha sejam feitas. As sementes precisam ficar no campo até que suas condições intrínsecas, assim como as condições do ambiente sejam apropriados para a colheita.

Se as condições de armazenamento das sementes, após serem embaladas, não forem adequadas, todo o trabalho e dinheiro investido na produção será desperdiçado. Pois elas devem apresentar no mínimo 80% de germinação após serem beneficiadas, manuseadas e armazenadas, entre uma temporada de produção e outra.

Ou seja, o principal objetivo do armazenamento de sementes é manter a qualidade, desde o ponto de maturação fisiológica até serem semeadas, pois não existe nenhuma forma de melhorar sua qualidade. E o melhor momento para resfriar as sementes é após o beneficiamento, quando ela for embalada.

Quais são os tipos de armazenamento de sementes

Sementes comerciais: O armazenamento de sementes comercias deve ser feito de 6 a 8 meses, desde a colheita até a semeadura. Elas precisam ser armazenadas com um teor de água em torno de 13% e o objetivo básico é a conservação.

Estoques reguladores: Neste caso, o rigor ambiental deve ser maior, o período deve ser de um a dois anos e o teor de água aconselhado é de 10%.

Sementes básicas: O tempo de armazenamento de sementes básicas é maior e vai depender da espécie e origem. O ambiente nesse caso precisa ter um controle adequado da umidade e temperatura. É precisa preservar a viabilidade e identidade genética.

Sementes em bancos de germoplasma: A finalidade dos bancos de germoplasma é também preservar a identidade genética da espécie, mantendo a viabilidade pelo maior período possível. Deve haver maior cuidado com baixas temperaturas e umidade relativa, que deve ser de 5ºC e 20 a 40% de umidade.

cacauCom relação ao tempo de vida de cada espécie e o período de armazenagem, elas podem ser divididas em três grupos:

As sementes de vida curta, que são a microbióticas: Elas vivem menos de três anos, mesmo que armazenadas adequadamente. Entre elas estão a semente de cacau, seringueira, café, cana-de-açúcar, manga e jabuticaba.

As sementes de vida média, que são as mesobióticas: Essa espécie vive de três a quinze anos. São as sementes de plantas cultivadas.

Sementes de vida longa, que são as macrobióticas: As macrobióticas vivem quinze anos ou mais. Entre elas estão as sementes de algumas plantas silvestres e leguminosas.

Como é feita a conservação das sementes, quanto ao clima
A conservação adequada da semente pode ser atingida de duas formas, ou em locais onde as condições climáticas sejam favoráveis para a espécie ou em um ambiente climatizado. Em ambiente com condições favoráveis, é necessário apenas a secagem, e por esse motivo os custos são menores. Basta mantê-las protegidas das variações climáticas. Porém quando as condições do ambiente não forem favoráveis para a semente, será necessário um local climatizado para a conservação.

Existem cinco formas de armazenar sementes, em tulhas, em silos, em câmaras frias, em câmaras secas ou em câmaras secas e frias. Entenda como funciona cada uma:

TulhaTulhas: As tulhas são usadas na conservação de grandes quantidades de sementes em curtos períodos de tempo. Precisam ser instalados em locais secos e com boa ventilação, para evitar elevações de temperatura e umidade no interior. São instalações simples, podem ser divididas em compartimentos de capacidade igual e nelas são armazenadas sementes de diferentes teores de água. O telhado deve ser perfeito, e para evitar umidade o piso deve ser isolado do solo e deve ter bom revestimento interno.

silosSilos: Assim como as tulhas, os silos também são utilizados na conservação de grandes quantidades de sementes por curto período de tempo. Também devem ser instalados em locais secos e ventilados para que a umidade não afete o seu interior. Porém os silos são mais sofisticados que tulhas, são mais caros e podem ser construídos de alvenaria, metal ou plástico. Além disso, nos silos podem ser incluídos sistemas de ventilação.

Câmaras frigoríficas: Sementes que precisam ser conservadas por períodos mais câmara frialongos, são armazenadas em câmaras frias ou refrigeradores domésticos. A temperatura usual nesse caso, é de 4ºC. Esse tipo de armazenagem tem um custo mais elevado de instalação, e apesar disso, possuem alta umidade relativa, o que aumenta a quantidade de água nas sementes, e quando elas são retiradas das câmaras, perdem o seu poder germinativo.

Câmaras secas: Esse tipo de armazenagem é utilizado para a conservação de materiais mais valiosos ou para trabalhos de pesquisa, pois quando usado para fins câmarascomerciais, o custo se torna muito elevado. Câmaras secas possuem baixa umidade relativa e os dissecantes utilizados são a sílica gel e a alumina.

Câmaras secas e frias: Assim como as câmaras secas, as câmaras secas e frias também são utilizadas para armazenar materiais mais valiosos. Ela é a união da câmara fria e da câmara seca, por isso é um tipo de instalação com custo mais elevado.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *