[ x ] Fechar

21ª Conferência do Clima de Paris não será cancelada por conta dos atentados

  • 24 de novembro de 2015
  • Nenhum Comentário

21ª Conferência do Clima de Paris não será cancelada por conta dos atentadosO secretário geral adjunto das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas, Janos Pasztor, afirmou durante coletiva de imprensa que a 21ª Conferência do Clima não será cancelada e nem adiada por conta dos atentados. A COP 21 será realizada em Paris na próxima segunda, dia 30. Segundo ele, as ameaças terroristas não abalarão o debate sobre o clima mundial.

“Os líderes mundiais estão a confirmar suas presenças no próximo dia 30 de novembro e estarão lá para apoiar as negociações climáticas. Não haverá nenhuma modificação ou um impacto direto na conferência em si. A segurança prevista já seria bastante restrita e, certamente, será ainda mais rígida. Tenho certeza que a França garantirá toda a segurança necessária para a realização da COP21”, informou Pasztor à Lusa.

A Marcha pelo Clima em Paris foi cancelada
Marcha pelo Clima: "Se nós não fizermos nada, ninguém fará por nós".Os organizadores da Marcha pelo Clima em Paris, que seria realizada no dia 29 e reuniria cerca de 200 mil pessoas, pretendiam manter o evento, porém, por receio a novos ataques terroristas, as autoridades francesas decidiram cancelar. O país decretou estado de emergência, que poderá ser prolongado por três meses. Por esse motivo as autoridades podem proibir qualquer tipo de aglomeração de pessoas, como medida de segurança.

A Marcha é uma chamada de atenção à urgência para o combate ao aquecimento global, que será realizada em diversos pontos do mundo, nos dias 28 e 29 de novembro. Em Paris, seria realizada exatamente no bairro onde a maior parte dos atentados ocorreu.

“Os ataques terão impactos inevitáveis na cidade como um todo. Muitas das atividades da sociedade civil que estavam programadas deverão acontecer, mas sim serão impactadas de alguma forma. A marcha do clima em Paris foi cancelada, mas haverá outras marchas em todo o mundo neste dia ao longo de duas mil cidades”, afirmou Janos Pasztor.

Ainda falta muito para a temperatura do Planeta ser controlada
De acordo com Pasztor, 171 países já entregaram, seus INDCs – Intenções de Contribuições Determinadas Nacionalmente – que são capazes de cobrir mais de 90% a emissão de gases de efeito estufa. Quantia insuficiente para que a temperatura da Terra seja controlada abaixo de 2ºC.  Os países têm até o dia 11 de dezembro, último dia da conferência, para entregarem suas contribuições.

“Temos ainda um caminho a percorrer até 11 de dezembro. Ainda há muito para negociar. Sou realista e otimista, será possível alcançarmos um acordo sólido. Os países querem chegar a um acordo climático e muitos dos governos estão a ser pressionados pelas suas sociedades”, declarou Pasztor.

Redação do Portal WebArCondicionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *