[ x ] Fechar

2016 bate recorde e será o ano mais quente da história

  • 21 de novembro de 2016
  • Nenhum Comentário

Assim como no ano passado, quando 2015 foi registrado como o ano mais quente de todos os tempos, 2016 segue com o mesmo impacto. Pelo terceiro ano seguido, o mundo terá um novo recorde de calor na temperatura global, devendo ser 1,2°C mais quente. A análise foi apresentada pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) durante a Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas em Marrakesh, no Marrocos.

Para completar a estatística sobre o calor, a organização ainda revela que 16 dos 17 anos mais quentes da história foram registrados neste século, consequência da alta concentração de gases de efeito estufa lançados na atmosfera. “Estamos observando muitos desastres climáticos em todo o mundo”, disse Petteri Taalas, diretor-geral da OMM, se referindo a problemas como ondas de calor, enchentes, secas e furacões. “Não podemos dizer que cada evento climático, individualmente, é causado pelas mudanças climáticas, mas podemos dizer que a frequência desses eventos vai aumentar”, finaliza.

Mas por que 2016 foi tão quente?
Como citado acima e sempre aqui no WebAr, a produção de gases de efeito estufa na atmosfera é uma das explicações. Para acentuar essa gravidade, em 2016, pela primeira vez, passamos um ano inteiro com uma concentração de CO2 na atmosfera acima de 400 partes por milhão. Antes da era industrial, essa concentração ficava abaixo de 300 ppm. Mas o forte fenômeno El Niño, que teve seu início no ano passado e terminou no meio de 2016, também é considerado um dos culpados. O El Niño esquenta as águas do Oceano Pacífico, modificando o clima em todo o planeta.

Por causa disso, o clima deste ano é incomum, sendo esperado que ele seja mesmo muito mais quente do que os anos anteriores. Ao mesmo tempo, os próximos anos deverão registrar aumento de temperatura menor do que 2016.

Vale destacar ainda que a média registrada este ano está muito perto do menor limite de aquecimento definido no Acordo de Paris, de 1,5°C.

Prepare-se para um verão ainda mais quente!

Redação do Portal WebArCondicionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *